POLÍTICA MT

‘Operação Ostensividade Total’ da PM já prendeu 352 suspeitos em flagrante delito e 32 foragidos

Publicados

em


.

A ‘Operação Ostensividade Total’, realizada pela Polícia Militar, prendeu em 10 dias, entre os dias 20 e 31 de agosto, 352 criminosos em flagrante delito, ou seja, no momento ou logo depois da prática criminosa. Esse número representa 35 prisões em flagrante a cada 24hs, mais de uma a cada 60 minutos.

Nesse mesmo período, a ‘Ostensividade Total’ também apreendeu 98 armas de fogo e prendeu 32 procurados da Justiça, pessoas com mandado de prisão em aberto por sentença condenatória, decreto de prisão preventiva e foragidos. Os dados são preliminares e incluem ainda a recuperação de 36 veículos roubados.

Lançada no dia 20, simultaneamente nos 15 comandos regionais, essa operação acontece nos 141 municípios mato-grossenses. As ações são de abordagem, checagem de pessoas e veículos, saturação e barreiras em pontos estratégicos.

Além de reforçar as atividades operacionais com policiais que habitualmente ocupam funções administrativas nos quartéis, essa operação leva às ruas equipes das unidades especializadas como Força Tática, Ciopaer, Rotam, Bope, Cavalaria, Ambiental e Trânsito.

Leia Também:  Governo vai fomentar rodadas de negócios e ofertas para atrair turistas em Mato Grosso

O subchefe de Estado Maior e diretor Operacional da PMMT, coronel Wankley Correa Rodrigues destaca que o planejamento e estratégias de policiamento definidas para essa operação levaram em conta, entre outros fatores, os resultados de análises criminais.

De acordo com o coronel Rodrigues, isso significa que a Polícia Militar está reforçando sua atuação em locais e dentro das necessidades apontadas pelas estatísticas criminais.

O comandante geral da PM, coronel Assis, assinala a importância dessa operação nesse período do ano. Conforme Assis, entre os meses de agosto, setembro e outubro há uma tendência de aumento das ocorrências criminais, uma previsão que a PM quer impedir de se concretizar. Mesmo porque, lembrou ele, os primeiros seis meses de 2020 registraram quedas significativas nos índice de violência (roubo à residência 57%, roubo e furto a pessoas caíram 67% e 58%, respectivamente), entre outros.

A ‘Operação Ostensividade Total’ segue até o mês de outubro. E a PM lembra à população que todos podem contribuir com as ações de Segurança Pública. Além do 190, podem ligar para o disque-denúncia 0800.65.3939 denunciando crimes ou situações suspeitas de práticas criminosas.

Leia Também:  Domingo (20): Mato Grosso registra 113.186 casos e 3.279 óbitos por Covid-19
Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Policiais penais recebem cautela individual de novas pistolas

Publicados

em


.

Cerca de 200 policiais penais que atuam na maior unidade de Mato Grosso, a Penitenciária Central do Estado (PCE), receberam a cautela individual de pistolas .40 fornecidas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP). As entregas ocorreram nesta terça-feira (22.09).

Na prática, os policiais penais poderão utilizar o armamento dentro e fora da unidade, se necessário. A ação marca a Semana do Servidor Penitenciário, tendo o dia 25 de setembro como data em reconhecimento a todos os servidores que compõem o Sistema Penitenciário de Mato Grosso. Além das pistolas, os policiais penais receberão também novo fardamento.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, explicou que policiais penais de outras unidades também vão receber a cautela individual e o armamento. Além disso, Emanoel também destacou que o Governo do Estado atuará de forma conjunta com o Governo Federal e o Poder Legislativo para a aquisição de armas para 100% dos servidores do sistema.

“Começamos pela PCE, que é a maior unidade penal do estado, contemplando os servidores com o porte pessoal de arma de fogo. Essa é uma forma de valorizar e dar mais segurança a estes policiais que atuam diretamente com os custodiados de maior periculosidade”, disse Emanoel.

Leia Também:  Parceria entre Governo e Programa REM garante mais R$ 300 mil para resgate de animais

A entrega foi bem recebida entre os policiais penais. Atuando há 15 anos na penitenciária, o policial penal Kleber Vital acredita que a entrega foi uma maneira que o Estado encontrou de valorizar os servidores do Sistema Penitenciário.

“É com alegria que recebemos essa entrega, porque sabemos que estamos sendo lembrados pelo nosso trabalho e valorizados pelos gestores. Hoje nós não estamos esquecidos, tem muita coisa para acontecer no Sistema Penitenciário e a gente acredita nessa gestão e na gestão da unidade”, disse o policial penal.

A redução da criminalidade em Mato Grosso muito se deve à realização da Operação Elison Douglas, que desmantelou a maior facção criminosa que atuava no estado. E é justamente por este motivo que o diretor da PCE, Agno Ramos, acredita que a cautela permanente e as novas armas sejam tão importantes, principalmente para a segurança dos policiais penais.

“Os policiais penais da Penitenciária Central combatem a maior facção do estado e aqui está concentrada grande parte dos membros dessa organização criminosa. Como estamos coibindo a entrada de drogas, celulares e impedindo que crimes dentro e fora da unidade ocorram, imagina a importância dessa cautela para estes servidores que vão para casa e precisam proteger seus familiares e a si mesmos?”, disse o diretor da PCE.

Leia Também:  ALMT pretende coordenar trabalhos nacionais sobre a preservação do Pantanal

Café da manhã

A Semana do Servidor Penitenciário também contou com um café da manhã realizado na Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, na segunda-feira (21.09), contemplando principalmente os servidores que atuam no administrativo do sistema.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA