POLÍTICA MT

Queimadas exigem novo modelo econômico, diz deputado

Publicados

em


.

Wilson Santos defende um novo modelo de desenvolvimento econômico

Foto: Marcos Lopes

O alto índice de queimadas que já comprometeu 12% do Pantanal gera a oportunidade da classe política em promover um amplo debate a respeito de um novo modelo de desenvolvimento econômico para Mato Grosso. Essa é a avaliação do deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) publicou um relatório na segunda-feira (14) em que aponta que os incêndios na área do Pantanal aumentaram 210% neste ano na comparação com o mesmo período de 2019..

Diante disso, o parlamentar utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa na manhã desta quarta-feira (16) para alertar que é urgente a construção de políticas públicas e planejamento em conjunto para garantir o equilíbrio do desenvolvimento econômico com a necessidade de preservação ao meio ambiente.

“O modelo de desenvolvimento econômico em Mato Grosso precisa ser reavaliado. É um modelo que não distribui renda a todos. É um modelo que só enriquece meia dúzia. O que sobrará às futuras gerações? Deserto? Desaparecimento dos córregos, nascente dos rios, da maior bacia inundada por água doce do planeta que é o Pantanal? Até quando continuaremos assistindo a essa desacelerada destruição do meio ambiente do estado?”, questionou.  

Leia Também:  Batalhão Ambiental encontra área de preservação permanente devastada em Arenápolis e aplica multa de R$ 50 mil

Um dos políticos mais experientes de Mato Grosso, com mandatos já exercidos na Câmara Municipal de Cuiabá, Câmara dos Deputados, Prefeitura de Cuiabá e Assembleia Legislativa, o deputado Wilson Santos pregou a necessidade de um diálogo em conjunto das autoridades públicas com a comunidade científica para desenvolver projetos de preservação ao Pantanal mato-grossense.

“Nós, senadores, prefeitos, governadores, ministros, presidentes da República, estamos sendo incompetentes no manejo do Pantanal mato-grossense. Este é o resumo do que a população está vivendo. Tem que mudar o manejo da reserva de gado do Pantanal? Vamos discutir isso com a UFMT, UFMS, Unemat e Embrapa. Vamos debater esse tema em conjunto com a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e as prefeituras de Corumbá, Bonito, Barão de Melgaço, Poconé e tantas outras”, reforçou.

O parlamentar ainda citou a dissertação de mestrado do imunologista e mestre em Ciências da Saúde, Celso Saldanha, que trouxe o alerta de que Cuiabá poderá ser considerada inabitável nos próximos 20 anos em consequência do aumento gradativo da temperatura, das queimadas e da poluição, aliados às desvantagens geográficas.

Leia Também:  Adjunta de Direitos Humanos discute política pública com representantes trans

“Esses estudos não podem ser menosprezados. A classe política e a comunidade científica precisam urgentemente patrocinar um debate para encontrar soluções imediatas a preservação do meio ambiente”, concluiu.

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Escola Pública do Detran-MT forma mais de 500 profissionais por Ensino à Distância

Publicados

em


.

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), por meio da Escola Pública de Trânsito, vem avançando na capacitação dos servidores na modalidade de Ensino à Distância. Somente este ano, foram mais de 500 profissionais capacitados em cursos ofertados de forma on-line.

A gerente da Escola Pública, Martinha Helena Melgar Cruz, diz que a capacitação na modalidade de Ensino à Distância é um grande avanço na área da formação continuada dos servidores do Detran-MT.

“Com cursos nesse formato on-line conseguimos capacitar um grande número de servidores públicos com custos reduzidos para a administração pública”, ressaltou.

Nesta semana, 250 profissionais vão participar do Curso de Atualização de Agente de Trânsito. A capacitação teórica será realizada por Ensino à Distância remoto presencial, através da plataforma Google Meets.  

O foco serão os profissionais que executam atividades de fiscalização, operação, policiamento ostensivo de trânsito ou patrulhamento dos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito.

Estão inscritos Agentes do Serviço de Trânsito do Detran, policiais militares do Batalhão de Trânsito e policiais civis da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran).

Leia Também:  Crimes de homicídio, roubo e furto reduzem em Cuiabá e Várzea Grande

O objetivo é aprimorar os conhecimentos desses profissionais que atuam nas atividades de fiscalização de trânsito em Mato Grosso.

Na última semana, a Escola Pública também realizou a capacitação no Curso de Atualização aos Examinadores de Trânsito, por meio do Ensino à Distância remoto presencial por meio do Google Meets.

“Uma vez por mês vamos ofertar cursos de atualização aos servidores do Detran-MT para aprimorar os atendimentos aos usuários no processo para a primeira habilitação”, ressaltou a gerente da Escola Pública, Martinha Helena.

Recentemente a Escola Pública de Trânsito formou 112 servidores no 1º Curso de Formação de Examinadores ministrado pelo Detran-MT, na modalidade de Ensino à Distância.

Os profissionais irão reforçar o quadro de servidores da banca examinadora em todo Estado, ampliando, desta forma, a capacidade de aplicação dos testes práticos para habilitação em Mato Grosso.

“Os cursos ofertados pela Escola Pública de Trânsito qualificam os nossos servidores e refletem diretamente na qualidade do atendimento ao cidadão”, disse o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos. 

Ensino à distância

Os cursos na modalidade on-line são realizados por meio de uma plataforma de Ensino à Distância disponibilizada pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação do Detran-MT.

Leia Também:  Adjunta de Direitos Humanos discute política pública com representantes trans

A plataforma foi construída e implementada pelos técnicos da coordenadoria através de um código fonte de acesso livre, ou seja, sem custos para o Estado. Isso vai possibilitar a formação continuada na modalidade on-line para outros tipos de cursos aos servidores do Detran-MT.

Escola Pública de Trânsito

A Gerência da Escola Pública de Trânsito do Detran-MT é responsável pelo planejamento, execução, acompanhamento, supervisão, avaliação, orientação, apoio e certificação dos cursos na área de trânsito ofertados pela Autarquia.

Entre as capacitações realizadas regularmente estão: Curso de Direção Defensiva, Curso Pilotagem Segura para motociclistas, Curso de Educação para o Trânsito voltado para professores, Curso Multiplicadores de Educação para o Trânsito, entre outros.

A Escola já formou, na atual gestão, 500 servidores em cursos presencias e 900 na modalidade de Ensino à Distância, de diversas áreas de atuação do Detran, sempre com foco na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA