POLÍTICA MT

Seminário realizado virtualmente por deputado busca fortalecer Plano Estadual de Igualdade Racial

Publicados

em


Deputado Henrique ressaltou urgência de negros e negras estarem nos espaços políticos

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Considerando o cenário político econômico, o processo histórico e a dívida social que o Brasil tem com a comunidade negra, o deputado estadual Henrique Lopes realizará, nesta quinta-feira (26), às 18h30, o Seminário afro-mato-grossense: vidas negras em debate. O encontro, que acontecerá virtualmente, pela plataforma Zoom, tem como objetivo discutir as condições de vida do povo negro em Mato Grosso e fortalecer o Projeto de Lei 958/2020, de autoria do parlamentar, que institui o Plano Estadual de Igualdade Racial de Mato Grosso (Pepir-MT). A proposta já está em tramitação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso e, quando aprovada, suas diretrizes terão duração de 10 anos. 

Participarão do seminário a secretária de Combate ao Racismo da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Iêda Leal, o professor da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Paulo Alberto dos Santos Vieira e a professora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Cândida Soares da Costa. O diálogo será mediado pelo deputado e pela secretária de Formação do Partido dos Trabalhadores (PT), Ana Carolina Copriva.  

Leia Também:  Consórcio Intermunicipal Vale do Arinos é reativado

Durante o pequeno expediente da sessão ordinária da ALMT de ontem (25), Henrique ressaltou urgência de negros e negras estarem presentes em espaços políticos como a Casa de Leis. 

“Semana passada tivemos o Dia da Consciência Negra e não precisamos nem ir até Porto Alegre, no caso de João Alberto Silveira, homem negro que foi espancado até a morte por seguranças dentro do Carrefour. Aqui em Mato Grosso, mais precisamente em Nossa Senhora do Livramento, a comunidade quilombola de Mata Cavalo sofreu ataques, tentaram cortar cercas em pleno domingo, dois dias após a data que serve de reflexão sobre a vivência do povo negro na sociedade. Em média, 54% da população é negra, mas 96% dos parlamentares da ALMT são brancos”, avaliou. 

Com o retorno do deputado Valdir Barranco, titular da cadeira ocupada por Henrique, que é primeiro suplente, a ALMT voltará a não ter representatividade negra. 

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Bombeiros iniciam planejamento para Temporada de Incêndios Florestais

Publicados

em


O Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), recebeu, na tarde desta quinta-feira (21.01), representantes de algumas das agências que atuam em conjunto na prevenção e combate aos incêndios florestais durante a temporada crítica no estado. Esta foi a primeira reunião do ano, com o objetivo de planejar a atuação durante o ano de 2021 para minimizar os danos causados pelos incêndios florestais e queimadas urbanas. Além do planejamento, também foram traçadas estratégias e verificados os recursos já disponíveis, as fontes, as ações de interface etc.

Além do CBMMT estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria de Segurança Pública, de Meio Ambiente, Defesa Civil, Polícia Militar Ambiental, Delegacia Especializada do Meio Ambiente, Associação de Defesa do Pantanal (Adepan) e Sesc Pantanal. A reunião foi presidida pelo comandant-geral em substituição legal dos Bombeiros, o coronel Ricardo Antônio Bezerra Costa.

“O Ciman deixa muito claro que esta é uma ação multiagências, com participação forte do Governo de Mato Grosso através das suas secretarias de estado, a Secretaria de Segurança Pública, de Meio Ambiente, de Planejamento e Gestão e as demais agências. Essa participação do Governo Estadual, o apoio dos proprietários rurais, dos municípios e do Governo Federal através do Ministério da Defesa fizeram uma diferença muito grande durante os trabalhos realizados no ano que se passou”, afirmou o coronel Ricardo Bezerra.

Leia Também:  Governo apresenta plano de integração do transporte coletivo e BRT às prefeituras de Cuiabá e VG

O coronel BM Dércio Santos da Silva, diretor operacional do CBMMT lembrou que se trata de uma reunião com os órgãos de governo que representam o núcleo do Ciman, que são a Defesa Civil, a Sesp e a Sema. “Aqui nós começamos as discutir as ações e já temos algumas deliberações com base no relatório do ano passado, o que subsidia a produção do Plano Operacional do CBMMT para atuar nos incêndios florestais. Partindo deste princípio, o momento é de iniciarmos os ajustes para delinearmos a nossa atuação neste ano”, explicou.

Explicando a TIF

A Temporada de Incêndios Florestais (TIF) começa em meados de junho e termina em meados de novembro. Esse período é assim denominado por compreender a época do ano em que as condições climáticas de baixa umidade do ar e altas temperaturas favorecem o surgimento de incêndios nos três biomas de Mato Grosso; cerrado, floresta Amazônica e Pantanal.

A TIF apresenta um ciclo permanente de quatro principais fases: prevenção, que se mantém ativa em paralelo com as demais fases da temporada; preparação, que é marcada pelas especializações oferecidas aos bombeiros militares e brigadistas municipais; resposta, composta pela operacionalização dos trabalhos e por fim a fase da responsabilização, que é quando são realizados os trabalhos de fiscalização e perícias de incêndios florestais.

Leia Também:  Governador e secretários da Casa Civil e Fazenda recebem homenagem da Maçonaria
Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA