POLÍTICA MT

Terreno do Cetras de Cuiabá está sendo cercado

Publicados

em


O Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetras) de Cuiabá está recebendo cercamento. O recinto, que é localizado no Centro Político Administrativo, teve seu projeto entregue na última semana e já foi encaminhado pela Secretaria de Estado de Meio ambiente (Sema-MT) à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) para aprovação. 

Serão 4386,59 m² de área construída para o setor clínico e quarentena. O projeto visa também a implantação de recintos observando as peculiaridades e topografia do terreno, de modo a preservar a vegetação remanescente e aproveitar ao máximo o espaço do terreno, que tem uma área total de 251 mil m² 

Os recintos serão divididos por mamíferos, répteis e aves e nessa estrutura serão feitas subdivisões para que a permanência do animal no Centro de Reabilitação seja o mais confortável possível.

Após o projeto ser aprovado pela Sinfra serão feitos os levantamentos financeiros. “A Sema tem um recurso aprovisionado de um Termo de Ajuste de Conduta no valor de R$ 3,8 milhões e, caso seja necessário, poderá aprovisionar recursos de outros Termos para concluir o Cetras o mais brevemente possível”, afirma a secretaria Adjunta de Gestão Ambiental Luciane Bertinatto.

Leia Também:  Três pessoas são presas por garimpo ilegal em Nortelândia

Luciane também destaca a importância de Centros de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres em outras regiões do Estado de Mato Grosso e destaca a parceria técnica com Organizações Não Governamentais (ONGs), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e Universidades, além da relevância do envolvimento de órgãos como o Ministério Público para a realização desse projeto.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Vacina contra a covid-19 será distribuída para MT em janeiro, confirma governador

Publicados

em


O governador Mauro Mendes confirmou que Mato Grosso receberá o primeiro lote de vacinas contra a covid-19 em janeiro de 2021.

A informação foi oficializada pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, durante reunião por videoconferência na tarde desta terça-feira (20.10).

“Em janeiro, o Ministério vai ter disponível para mandar aos estados brasileiros em torno de 46 milhões de doses. Em fevereiro, um novo lote, e no primeiro semestre teremos outras entregas das diversas empresas que estão produzindo a vacina”, relatou Mauro Mendes.

Durante a reunião, que contou com a maioria dos governadores, as empresas que têm desenvolvido a vacina atualizaram os cronogramas, capacidade de produção e o estágio de desenvolvimento das vacinas.

Conforme o ministro, ficou acertado que as primeiras 46 milhões de doses serão da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac. 

A distribuição a todos os estados ocorrerá em janeiro de 2021.

Serão distribuídas outras 15 milhões de doses em fevereiro e mais 40 milhões em junho.

Já no segundo semestre do próximo ano, a previsão é que sejam disponibilizadas mais 165 milhões de doses da vacina desenvolvida pela empresa AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford e Fiocruz.

Leia Também:  Reeducandos trabalham em obra de pavimentação no município de Colniza

De acordo com o ministro Pazuello, os primeiros a receberem as doses serão os profissionais da Saúde e as pessoas que se enquadram nos grupos de risco. Em seguida, toda a população será vacinada gratuitamente por meio do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA