POLÍTICA NACIONAL

Câmara aprova nome do engenheiro Manoel dos Passos para viaduto no Espírito Santo; acompanhe

Publicados

em

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Deputados participam de sessão do Plenário
Deputados participam de sessão do Plenário

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 543/22, do Senado, que denomina Engenheiro Manoel dos Passos Barros o viaduto localizado no entroncamento da BR-101 com a BR-262, no município de Cariacica (ES). A proposta segue para sanção presidencial.

A relatora, deputada Soraya Manato (PTB-ES), recomendou a aprovação. “A contribuição do homenageado para o Espírito Santo é inequívoca”, elogiou. Ela lembrou que o engenheiro foi chefe do Departamento de Estradas e Rodagem do estado.

Manoel dos Passos Barros, nascido em 1898, no Amazonas, foi o engenheiro que projetou todas as saídas rodoviárias de Vitória. Na área acadêmica, fundou a Escola Politécnica do Espírito Santo, hoje Centro Tecnológico da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), onde lecionou Geometria Analítica. Foi também pastor e fundou, em 1970, a Igreja Cristã Maranata, que presidiu até sua morte, em 1986. “Quero parabenizar a Igreja Cristã Maranata por essa homenagem”, afirmou Soraya Manato.

Assista à sessão ao vivo

Leia Também:  Kajuru critica tentativas de Bolsonaro de desacreditar Justiça Eleitoral

Mais informações em instantes

Reportagem – Francisco Brandão
Edição – Wilson Silveira

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Eleições: PT aprova teto de R$ 132 mi para campanha de Lula

Publicados

em

Ex-presidente Lula
Divulgação/PT

Ex-presidente Lula

O diretório nacional do PT aprovou nesta quinta-feira uma resolução que destina o máximo valor permitido pela legislação para a campanha de  Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. O ex-presidente ficará com R$ 132 milhões do fundo eleitoral , o que equivale a 26,03% do total de recursos públicos reservados para o partido.

A mesma resolução estabelece que os candidatos a deputado federal homens receberão R$ 148 milhões, 29,41% da fatia do fundo do PT.

Por determinação da legislação, as candidatas mulheres a todos os cargos que estão em disputa este ano ficarão com 30% dos recursos, o que representa R$ 151 milhões.

O partido ainda decidiu que não repassará recursos para candidatos de outros partidos, mesmo que tenha fechada apoio no estado.

“O PT não destinará recursos diretamente às candidaturas de outros partidos e às candidaturas próprias a vice e a suplentes”, afirma um trecho da resolução.

Os candidatos a governador do partido ficarão com R$ 42 milhões, o equivalente a 8,34% do fundo eleitoral.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI