POLÍTICA NACIONAL

Câmara dos Deputados apresenta ferramentas de participação popular em evento internacional

Publicados

em


Roque de Sá/Agência Senado
Prédio do Congresso Nacional num dia ensolarado
Câmara vai apresentar iniciativas de interação com a sociedade durante a pandemia

A Câmara dos Deputados participa nesta manhã da Semana Global de Parlamento Aberto para apresentar os diversos serviços e ferramentas fornecidos pela Casa  que promovem a participação, a interação e o engajamento entre os cidadãos e o Parlamento.

A Câmara será representada na videoconferência pelo diretor da Secretaria de Participação, Interação e Mídias Digitais (Semid), Jorge Paulo de França Junior, e pela diretora da Coordenação de Apoio à Governança e à Gestão de TIC (Ditec), Patrícia Gomes Rego de Almeida.

O evento online será transmitido ao vivo, em inglês, a partir das 9h30, no canal da Câmara dos Deputados no YouTube. Não haverá tradução simultânea.

A Semana Global de Parlamento Aberto é promovida pela Open Parliament e-Network, rede global de parlamentos abertos, que atua em colaboração com a sociedade civil. A organização está presente em 54 países e tem como pilares a transparência e o acesso à informação, a ética e a probidade, a prestação de contas e a participação popular.

Da Redação – ND

Leia Também:  Projeto autoriza delegado a determinar apreensão de material usado em crime de racismo

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Projeto de Decreto Legislativo pode sustar portaria que retira nomes da lista de personalidades negras

Publicados

em


O Senado vota na próxima semana o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 510/2020 para sustar os efeitos da portaria editada pelo presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo, que estabelece diretrizes para a seleção das personalidades notáveis negras, nacionais ou estrangeiras e retira nomes da lista.  A portaria retirou da lista de personalidades notáveis nomes como os de senador Paulo Paim, Marina Silva, Milton Nascimento e Gilberto Gil.

A proposta é do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Outro projeto com mesmo teor (PDL 511/2020) foi apresentado por Humberto Costa (PT-PE). Os dois serão relatados pelo senador Fabiano Contarato.

 Houve uma supressão por critério absolutamente ideológico, irracional, de personalidades negras, inclusive o nosso colega senador Paulo Paim, do rol de  personalidades reconhecidas nacionalmente pela fundação   declarou Alessandro Vieira, ao pedir nesta quinta-feira que o PDL fosse incluído na pauta de votações do Senado. 

Revisionismo

Para o senador, o projeto dá uma resposta política à medida do presidente da Fundação Palmares.

 É deixar claro, transparente para a sociedade, que não aceitamos revisionismo ideológico. É preciso respeitar a história das pessoas, resgatar a história verdadeira desse Brasil, e especialmente de um povo que tanto foi perseguido, e ainda é, pelo racismo. Não dá para você virar as costas para essa prática, que é de cunho ideológico, que é negativa, que prejudica a nossa nação  afirmou Alessandro Vieira.

Leia Também:  Projeto autoriza delegado a determinar apreensão de material usado em crime de racismo

A Portaria 189/2020, editada por Sérgio Camargo, presidente da Fundação Cultural Palmares,​ determinou que a lista conterá apenas homenagens póstumas a personalidades negras que tenham tido relevante contribuição histórica no âmbito de sua área de conhecimento ou atuação, que tenham defendido os mesmos princípios pelo qual zela o Estado brasileiro, além de outros critérios que podem ser avaliados, motivadamente, no momento da indicação.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA