POLÍTICA NACIONAL

Choro, Michael Sullivan e Jiu-Jitsu: veja destaques do discurso de Fux

Publicados

em


source
Ministro Luiz Fux, novo presidente do Supremo Tribunal Federal.
Nelson Jr./SCO/STF

Ministro Luiz Fux, novo presidente do Supremo Tribunal Federal.

ministro Luiz Fux assumiu a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta quinta-feira (10). A cerimônia contou com o discurso de Fux, que revelou algumas curiosidades sobre o novo presidente do STF .

Ao final do discurso , Fux agradeceu à comunidade do Jiu-Jitsu. O ministro pratica o esporte há mais de 40 anos e, inclusive, já recebeu a faixa vermelha e branca — o oitavo grau da Faixa Preta. 

Fux saudou Oswaldo Alves, Sergio Penha e, especialmente, a Família Gracie, “que trouxe o Jiu-Jitsu  para o Brasil”.

O ministro incluiu, ainda, Michael Sullivan nos agradecimentos. Ele disse que a música o encantou na juventude e o levou “à ousadia de integrar bandas à época”.

Fux declarou agradeceu Sullivan e declarou que o artista lhe deu “a honra da parceria da canção Flor Mariana” como presente de casamento para a filha do ministro.

Leia Também:  Flávio Bolsonaro tentou interferir no Ministério da Saúde, diz Mandetta

Luiz Fux agradeceu à família e se emocionou ao falar do pai, da esposa e dos filhos. “Teus filhos não são teus filhos, são filhos da vida”, citou Khalil Gibran.

Por fim, Fux mencionou o retrato do pai colocado na primeira fileira do local onde ocorreu a cerimônia de posse. “Consigo enxergá-lo aqui na primeira fileira, como ele sempre fazia nas minhas empreitadas”, observou.

O ministro também agradeceu a presença do pai “como educador enquanto vivo e nas minhas preces noturnas depois da sua partida”.

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Arthur do Val diz que desafeto é criminoso para tirá-lo do Pânico: “Eu inventei”

Publicados

em


source
Arhtur do Val
Divulgação/Assembleia Legislativa de São Paulo

Arhtur do Val é candidato à Prefeitura de São Paulo

Áudios inéditos mostram que o candidato à Prefeitura de São Paulo, Arthur do Val (Patriota-SP) , confessa que mentiu para a cúpula do Grupo Jovem Pan com o intuito de tirar Felipe Ferreira do programa Pânico. As informações são do The Intercept Brasil.

O “Mamãe Falei” atribuiu a Ferreira um ataque que aconteceu em dezembro de 2016 realizado por cinco homens na sede do MBL, na Vila Mariana, em São Paulo.

“Tutinha: mandei mensagem pro Tutinha, [e] Tutinha me ligou. Daquele jeito dele – você tá trocando ideia com ele e parece que ele não tá nem aí pra porra nenhuma. Aí falei pra ele: ‘Cara, esses caras são queimados, esses caras…’ Eu inventei aqui, eu falei: ‘Meu, eles já tentaram invadir a sede do MBL armados, eles já botaram fogo num carro dum coordenador do MBL . Já botaram fogo não, já vandalizaram o carro inteiro, quebraram os vidros, tal’. Eu me referi à Kombi, né? Mas não falei que era a Kombi, óbvio”.

Leia Também:  Lei prorroga incentivo fiscal para exportadores durante pandemia

Em outros trechos da mensagem de ádio, Arthur do Val diz que Ferreira teria envolvimento no que titulou como “polêmica” da viagem de alguns deputados do PSL para a China. Apesar das afirmações, Felipe Ferreira não integrou a comitiva.

Além de entrar em contato com a cúpula do Jovem Pan para que a demissão de Ferreira acontecesse, Mamãe Falei pediu para que Joice Hasselmann e Kim Kataguiri pressionar o apresentador Emílio Surita .

“Mas eu acho que primeiro vamos tentar assim. Eu mandei uma mensagem pra Joice [dizendo]: ‘Oi, Joice, tudo bom?’ Se ela me responder, eu vou falar assim: ‘Ô, Joice, você lembra desses caras?’ E mandar esse link desse vídeo. Aí vou falar pra ela… Vou sentir, se ela estiver contra o cara, vou falar: ‘Meu, liga no Tutinha, liga nos caras que você conhece, dá uma boicotada lá’. E vamos ver. Porque, se ela também falar: ‘Ah, lembro. Ah, não, mas está tudo bem entre a gente agora’, aí também não adianta usar a Joice, entendeu?”, diz outro trecho do áudio vazado.

Leia Também:  Setor de tecnologia da informação sugere tributo de 0,37% sobre movimentações financeiras

A direção da Jovem Pan preferiu não se pronunciar sobre o caso, mas Ferreira não voltou mais ao programa Pânico. Duas indicações de Arthur do Val foram colocadas no Lugar: André Alba, comediante reacionário e André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro no senado. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA