POLÍTICA NACIONAL

Comissão especial promove reunião técnica sobre medicamentos formulados com Cannabis

Publicados

em


.
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Audiência Pública "O potencial brasileiro para o cultivo da Cannabis sativa". Dep. Luciano Ducci (PSB - PR)
O relator da proposta, Luciano Ducci, apresentará minuta de seu parecer durante a reunião

A comissão especial que analisa projeto de lei sobre medicamentos formulados com Cannabis (PL 399/15) reúne especialistas e representantes da sociedade civil para debater o assunto em reunião técnica nesta terça-feira (1).

Na reunião, o relator da proposta, deputado Luciano Ducci (PSB/PR), fará a leitura da minuta do seu parecer. O debate sobre a proposta será divido por grupos de convidados e temas: mães, pais e associações de pacientes; representantes de instituições religiosas; médicos ; cultivo; farmácia viva; pesquisa; e setor regulado.

O debate será transmitido ao vivo pelo canal da Câmara dos Deputados no Youtube, a partir das 10 horas.

Confira a programação completa:

10h – Abertura – Deputado Paulo Teixeira (PT-SP)

10h10 -Leitura da Minuta – Deputado Luciano Ducci (PSB-PR)

1º Bloco
10h30 Ex-Diretor da Anvisa William DIB

10h40 Delegado da Polícia Federal Marcos Paulo (a confirmar)

2ºBloco – Mães, Pais e Associações

3ºBloco – Representantes de instituições religiosas

Leia Também:  Frente Ambientalista discute a plataforma ambiental de candidatos a eleições deste ano

11h40 – Deputado Estatdual Luiz Fernando Teixeira

11h45 – Deputado Distrital Rodrigo Delmasso

11h50 – Padre Ticão

13h30 – Reabertura – Deputado Paulo Teixeira e jornalista Tarso Araújo

13h45 – Representante da OAB, Rodrigo Mesquita

4ºBloco – Médicos

13h55 – Dr. Ricardo Ferreira

14h – Dr. Leandro Ramires (a confirmar)

14h05 – Dra. Carolina Nocetti

14h10 – Deputado Eduardo Costa (PTB-PA) – Médico

5ºBloco – Cultivo

14h20 – Dennys Zsolts

14h25 – Sérgio Rocha

14h30 – Roberto Vieira (Embrapa)

6ºBloco – Farmácia Viva

7ºBloco – Pesquisa

15h10 – Fabrício Pamplona

15h15 – Margarete Akemi

8ºBloco – Setor regulado

15h25 – ABIQUIFI

15h30 – INDEOV

15h35 – LAIHA

15h40 – IPSEC

16h – Encerramento

Da Redação – GM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Proposta destina crédito extra de R$ 48,3 milhões para três ministérios

Publicados

em


.
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Brasília - esplanada - ministérios funcionalismo reformas administrativa servidores públicos despesas pessoal funcionários setor público administração pública
Recursos para ministérios serão oriundos do cancelamento de outras despesas

O Poder Executivo encaminhou ao Congresso Nacional uma proposta que destina crédito suplementar de R$ 48,3 milhões para reforço de ações dos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; do Desenvolvimento Regional; e do Turismo.

A proposta (PLN 29/20) demonstra que os recursos serão oriundos da anulação de outras dotações orçamentárias, inclusive de emendas parlamentares de bancada estadual cuja execução não é obrigatória.

O Ministério da Agricultura repassará quase R$ 21,2 milhões ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O Ministério do Turismo deverá utilizar R$ 17,2 milhões em obras de infraestrutura em destinos estratégicos no País.

Já o Ministério do Desenvolvimento Regional enviará R$ 6 milhões para o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), para ações relacionadas à barragem Passagem das Traíras, no Rio Grande do Norte.

Esse mesmo ministério ainda destinará R$ 4 milhões para a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), a fim de permitir a contratação de consultoria para o Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Paranaíba.

Leia Também:  Governo federal diz que "estuda criteriosamente" participação no Covax

Tramitação
A proposta deve ser analisada pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, que ainda não foi instalada nesta sessão legislativa. Depois, seguirá para discussão e votação por deputados e senadores em sessão conjunta do Congresso.

Ato conjunto da Câmara dos Deputados e do Senado regulamentou a deliberação remota, pelo Congresso, de propostas de leis orçamentárias enquanto durar o estado de calamidade pública devido à pandemia de Covid-19 ou em casos de urgência e com apoio de líderes partidários.

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Pierre Triboli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA