POLÍTICA NACIONAL

Comissão mista que acompanha ações de enfrentamento à Covid-19 ouve hoje Paulo Guedes

Publicados

em


.
Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Entrevista coletiva no Ministério da Economia. Ministro da Economia, Paulo Guedes
Paulo Guedes falou à comissão no fim de junho para listar as liberações de recursos feitas pelo governo para enfrentar a crise decorrente da pandemia

A comissão mista para o enfrentamento à Covid-19 promove hoje nova reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para o acompanhamento das ações fiscais e da execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à pandemia. A audiência pública será realizada de forma virtual.

Guedes deverá dar informações aos senadores e deputados sobre as últimas medidas governamentais para mitigar os efeitos das crises sanitária e econômica.

Essa será a terceira audiência do colegiado com o ministro, que, de acordo com o decreto legislativo que determinou o estado de calamidade pública por conta da Covid-19 e criou a comissão (Decreto Legislativo 6, de 2020), deve prestar esclarecimentos ao Congresso Nacional a cada dois meses.

A comissão mista é composta de seis senadores e seis deputados, com igual número de suplentes. E funcionará até o fim do estado de calamidade pública decorrente do coronavírus, previsto para 31 de dezembro de 2020.

Leia Também:  Campanha das eleições municipais começa neste domingo

Presidido pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), o colegiado tem como relator o deputado Francisco Júnior (PSD-GO) e a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) como vice-presidente. Uma das tarefas dos parlamentares é traduzir dados, números e informações técnicas para que a população possa conhecer os impactos da crise provocada pela pandemia.

A reunião será remota a partir das 10 horas e será interativa.

Da Redação – RL
Com informações da Agência Senado

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Arthur do Val diz que desafeto é criminoso para tirá-lo do Pânico: “Eu inventei”

Publicados

em


source
Arhtur do Val
Divulgação/Assembleia Legislativa de São Paulo

Arhtur do Val é candidato à Prefeitura de São Paulo

Áudios inéditos mostram que o candidato à Prefeitura de São Paulo, Arthur do Val (Patriota-SP) , confessa que mentiu para a cúpula do Grupo Jovem Pan com o intuito de tirar Felipe Ferreira do programa Pânico. As informações são do The Intercept Brasil.

O “Mamãe Falei” atribuiu a Ferreira um ataque que aconteceu em dezembro de 2016 realizado por cinco homens na sede do MBL, na Vila Mariana, em São Paulo.

“Tutinha: mandei mensagem pro Tutinha, [e] Tutinha me ligou. Daquele jeito dele – você tá trocando ideia com ele e parece que ele não tá nem aí pra porra nenhuma. Aí falei pra ele: ‘Cara, esses caras são queimados, esses caras…’ Eu inventei aqui, eu falei: ‘Meu, eles já tentaram invadir a sede do MBL armados, eles já botaram fogo num carro dum coordenador do MBL . Já botaram fogo não, já vandalizaram o carro inteiro, quebraram os vidros, tal’. Eu me referi à Kombi, né? Mas não falei que era a Kombi, óbvio”.

Leia Também:  Campanha das eleições municipais começa neste domingo

Em outros trechos da mensagem de ádio, Arthur do Val diz que Ferreira teria envolvimento no que titulou como “polêmica” da viagem de alguns deputados do PSL para a China. Apesar das afirmações, Felipe Ferreira não integrou a comitiva.

Além de entrar em contato com a cúpula do Jovem Pan para que a demissão de Ferreira acontecesse, Mamãe Falei pediu para que Joice Hasselmann e Kim Kataguiri pressionar o apresentador Emílio Surita .

“Mas eu acho que primeiro vamos tentar assim. Eu mandei uma mensagem pra Joice [dizendo]: ‘Oi, Joice, tudo bom?’ Se ela me responder, eu vou falar assim: ‘Ô, Joice, você lembra desses caras?’ E mandar esse link desse vídeo. Aí vou falar pra ela… Vou sentir, se ela estiver contra o cara, vou falar: ‘Meu, liga no Tutinha, liga nos caras que você conhece, dá uma boicotada lá’. E vamos ver. Porque, se ela também falar: ‘Ah, lembro. Ah, não, mas está tudo bem entre a gente agora’, aí também não adianta usar a Joice, entendeu?”, diz outro trecho do áudio vazado.

Leia Também:  Proposta cria programa de socorro financeiro de R$ 3 bi para escolas privadas

A direção da Jovem Pan preferiu não se pronunciar sobre o caso, mas Ferreira não voltou mais ao programa Pânico. Duas indicações de Arthur do Val foram colocadas no Lugar: André Alba, comediante reacionário e André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro no senado. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA