POLÍTICA NACIONAL

Congresso Nacional adere à campanha de conscientização da asfixia perinatal

Publicados

em


.
Venilton Küchler/Agência de Notícias do Paraná
Uma mulher grávida está deitada fazendo um exame de ultrassom
Acompanhamento pré-natal e assistência adequada no parto são maneiras de se diminuir o risco de asfixia perinatal

O prédio do Congresso Nacional estará iluminado de verde, de hoje até o dia 30 de setembro, em alusão ao mês da campanha de conscientização da asfixia perinatal, também chamado de “Setembro Verde Esperança”.

De maneira geral, a asfixia perinatal refere-se à diminuição do fluxo sanguíneo placentário e pode acontecer antes, durante ou após o parto, decorrente de descolamento da placenta, rompimento do útero, nó verdadeiro de cordão, entre outras causas, o que leva à falta de oxigenação no momento do nascimento.

A asfixia perinatal está entre as principais causas de sequelas neurológicas graves como paralisia cerebral, cegueira ou surdez em bebês.

Noventa por cento dos casos ocorrem no período ante ou intraparto. Os casos restantes, pós-parto, são secundários a doenças pulmonares, cardiovasculares ou neurológicas.

Ter acompanhamento pré-natal e assistência adequada no parto são as maneiras de se diminuir as chances do problema.

Leia Também:  Senado aprova indicado para diretor da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 1 a cada 1.000 nascidos vivos morre por asfixia em países desenvolvidos. Essa taxa aumenta para 7 a cada 1.000 nascidos vivos em países em desenvolvimento.

Da Redação – ND
Com informações da assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

“Máscara ok, caneta ok”: TSE cria paródia sobre cuidados nas eleições; assista

Publicados

em


source
TSE publicou paródia em perfil no TikTok
Reprodução/TSE

TSE publicou paródia em perfil no TikTok

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) criou uma paródia para lembrar das medidas de segurança que os eleitores devem tomar no dia votação para evitar contaminações pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). A pandemia da Covid-19 tem colocado vários desafios para que as eleições municipais de 2020 não coloquem as pessoas em risco.

Em um vídeo publicado no perfil do TikTok do tribunal, duas mulheres aparecem dançando e fazendo alertas para que as pessoas compareçam às seções eleitorais com máscara, caneta própria, título de eleitor e uma “colinha” para não esquecer os números dos candidatos escolhidos.

Assista ao vídeo:

@tsejus

Tudo OK para as Eleições 2020. Contagem regressiva! ##eleicoes2020 ##dancinhadotiktok ##TSE

♬ som original – TSEJus

Leia Também:  Senado cria Comenda Chico Xavier para premiar ações de caridade e filantropia

Cuidados antes de sair de casa

O TSE pede que os eleitores não saiam de casa para votar se estiverem com febre ou tiverem sido diagnosticados com a Covid-19 em um período inferior a 14 dias.

Caso contrário, é permitido que a pessoa vá votar normalmente, lembrando de levar uma colinha com os números dos candidatos e uma caneta própria para evitar contato com objetos. No caminho até a seção eleitoral, a recomendação é que se mantenha distância mínima de um metro das outras pessoas. O uso de máscara é obrigatório o tempo todo.

Cuidados durante o voto

Não é permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija retirada de máscara. Se tossir ou espirrar, use a parte interna do cotovelo ou um lenço.

Limpe as mãos com álcool em gel que será disponibilizado em todas as seções antes e depois de votar. Evite cumprimentos, abraços e apertos de mão. Não toque o rosto.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA