POLÍTICA NACIONAL

Davi Alcolumbre destaca esforço para votação de autoridades

Publicados

em


.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou nesta quarta-feira (2) o esforço concentrado, a ser feito entre os dias 21 e 25 de setembro, para a votação das indicações de autoridades. Atualmente, 33 indicações de embaixadores e três indicações para ministros do Superior Tribunal Militar (STM) aguardam votação no Senado. Em entrevista à imprensa, Davi Alcolumbre afirmou que o esforço concentrado é fruto de acordo mantido entre as lideranças partidárias.

— Foi uma decisão tomada com tranquilidade, a gente conseguiu construir um entendimento no sentido de fazermos um esforço concentrado para deliberação das autoridades, por conta da sabatina e votação de embaixadores. 33 indicações de embaixadores aguardam aprovação para que eles possam assumir sua representatividade em outros países. E há três ministros para vagas abertas no STM. Então, serão 33 autoridades [a serem votadas] na CRE [Comissão de Relações Exteriores] e três autoridades na CCJ [Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania] — explicou.

Davi Alcolumbre também saudou a prorrogação do auxilio emergencial pelo governo, e destacou a participação do Parlamento na consolidação do benefício.

— O recurso é fundamental para a sobrevivência de brasileiros que ficaram sem oportunidade de trabalho e precisam se sustentar. Terão um auxílio significativo aprovado com força pelo Parlamento, aperfeiçoado, melhorado, visto que a proposta chegou no valor de R$ 200, saiu com R$ 600 e se prolongará por quatro meses com R$ 300 — afirmou.

Leia Também:  Governo e lideranças da base discutem reforma tributária e Renda Cidadã

Quanto à proposta de reforma administrativa a ser encaminhada pelo governo Bolsonaro ao Congresso, Davi Alcolumbre afirmou que deverão ser resguardados os direitos dos servidores que até aqui ingressaram no serviço público. O importante, afirmou, é construir uma proposta que compatibilize responsabilidade social, responsabilidade fiscal e adequação da máquina pública.

— Estamos sugerindo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assim como fizemos na reforma da Previdência e estamos fazendo na reforma tributária, que se tente fazer uma concertação, criando uma comissão mista especial de acompanhamento para aperfeiçoar o debate nas duas Casas, para sair um texto mais aprimorado com o aval de deputados e senadores — afirmou.

Davi Alcolumbre também destacou a aprovação, pelo Senado, nesta quarta, do projeto relatado pela senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), que cria o Dia Nacional da Pessoa com Atrofia Muscular Espinhal, a ser celebrado anualmente em 8 de agosto.

— Hoje foi um dia de muita emoção, de muita satisfação, de deixar esse registro em nosso calendário, para que a gente possa ter mais atenção a essas doenças raras, a essas síndromes que milhões de brasileiros têm e precisam, de fato, de uma atenção especial do poder público. Que essa data possa ser um ponto de partida para que a gente não possa esquecer dessas pessoas que esperam da gente uma resposta — afirmou.

Leia Também:  Projeto prevê meia entrada para pessoa com deficiência em unidades ambientais

Davi Alcolumbre disse ainda que o Senado teve um papel fundamental ao aprovar o substitutivo da Câmara ao PL 550/2019, relatado pela senadora Leila Barros (PSB-DF), que aumenta as exigências para as mineradoras quanto à segurança de barragens.

— Esse projeto modernizou a legislação e deu proteção para um processo de estabelecimento de mineração que vai agora seguir outros critérios de segurança. A Câmara e o Senado construíram um texto quer protege as pessoas que vivem em regiões de mineração — afirmou.

Quanto ao projeto que estabelece o impedimento do corte de bolsas de estudos durante a pandemia, Davi Alcolumbre disse que a medida teve a aprovação unânime dos senadores e favorece o setor de saúde.

O presidente do Senado disse ainda que a Casa deu respostas importantes à sociedade, referindo-se à aprovação de verbas para saneamento, controle de cheias e turismo, além das autorizações concedidas à contratação de empréstimos pelos municípios de Guarulhos (SP) e Juazeiro do Norte (CE).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Sancionada lei que cria Dia Nacional da Pessoa com Atrofia Muscular Espinhal

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro sancionou na quarta-feira (23) a Lei 14.062, de 2020, que institui o 8 de agosto como Dia Nacional da Pessoa com Atrofia Muscular Espinhal (AME). A doença não tem cura e atinge 1 entre 10 mil nascidos vivos com diferentes graus de gravidade. Senadores destacam que a data será o pontapé inicial para melhorias e investimentos em tratamentos e terapias para a doença. A reportagem é de José Odeveza, da Rádio Senado.

Leia Também:  Governo e lideranças da base discutem reforma tributária e Renda Cidadã
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA