POLÍTICA NACIONAL

De surpresa, Bolsonaro aparece em sessão do STF para se despedir de Toffoli

Publicados

em


source
toffoli
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Toffoli se reuniu nesta quarta (24) com 15 senadores para dar um posicionamento do Supremo sobre o tema

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma visita ao Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta quarta-feira (9), enquanto o ministro Dias Toffoli fazia sua última sessão como presidente da corte. A partir de amanhã (10), o ministro Luiz Fux toma posse na presidência do STF.

Bolsonaro chegou à corte acompanhado dos ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e da Advocacia-Geral da União, José Levi, além do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

Bolsonaro entrou na sessão enquanto outro ministro da corte, Alexandre de Moraes, discursava sobre a importância de Dias Toffoli ao combate às fake news, em especial as ações tomadas em relação ao inquérito sobre o tema. 

Leia Também:  Representantes da educação privada e da economia digital pedem menos impostos

“Vossa excelência teve a coragem de defender esse tribunal, tomando medidas que foram criticadas e depois elogiadas, como quase todas as grandes medidas e inovações que são relizadas. Vossa excelência preferiu fazer o correto mesmo que criticado fosse”, afirmou Moraes.

Na sequência, Toffoli convidou o presidente Bolsonaro a ficar a seu lado no restante da sessão.

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Deputados da oposição pedem afastamento de Ricardo Salles

Publicados

em


source
salles
Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Para Alessandro Molon, Salles não tem as mínimas condições de permanecer como ministro


Deputados da oposição pediram, nesta terça-feira (29), no Plenário, o afastamento do ministro do Meio Ambiente , Ricardo Salles. Eles reagiram à revogação de resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) , na segunda-feira, que garantiam a preservação de áreas de restinga e manguezais, de entornos de reservatórios d’água e que disciplinavam licenciamento para projetos de irrigação.


Líderes da oposição também defenderam a votação de projetos de decreto legislativo para reverter as decisões do Conama.

O líder do PSB, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), lembrou que Ricardo Salles foi condenado por improbidade em primeira instância. “O ministro tenta a todo custo adiar o julgamento em segunda instância. Será que ele só será afastado quando não houver mais bioma a ser protegido no Brasil?”, questionou. “Ministro do Meio Ambiente que não quer preservar, mas destruir, não tem as mínimas condições de permanecer como ministro”, concordou o deputado Bohn Gass (PT-RS).

Leia Também:  Rio: Alerj define deputados que formarão o tribunal do impeachment

A líder do PSOL, Sâmia Bomfim (Psol-SP), reclamou da nova composição do Conama. “O governo Bolsonaro reduziu o número de membros e a participação da sociedade civil.” O deputado Ivan Valente (Psol-SP) defendeu a votação do PL 340/19, que muda novamente a estrutura do Conama para promover a participação da sociedade.

O deputado Paulão (PT-AL) teme que a revogação das resoluções do Conama provoque a morte de restingas e manguezais em seu estado e em outros estados do Nordeste. “Somos considerados o estado das águas. Espero que a bancada de Alagoas tenha altivez para colocar para fora esse ministro irresponsável.”

Já o deputado Giovani Cherini (PL-RS) elogio o trabalho do ministro Salles. “A oposição defende o desenvolvimento, mas também não ser mexer no meio ambiente”, observou. “Temos de promover desenvolvimento sustentável neste País. Não adianta querer produzir alimentos sem mexer na terra para plantar.”

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) considera Ricardo Salles o melhor ministro do Meio Ambiente da história do País. “Ele vai combater o fogo no Pantanal , sobe nos aviões, acompanha o sofrimento daqueles que estão lá”, defendeu. “O ministro está interessado, sim, nas nossas reservas, no meio ambiente, na preservação e na soberania do nosso país.”

Leia Também:  Presidente Jair Bolsonaro faz declaração à imprensa; acompanhe ao vivo

Bia Kicis acusou a antiga composição do Conama de aparelhamento de pessoas que não tem amor à Pátria. “Lembramos de Enéias Carneiro que dizia que o interesse dos estrangeiros não era pelo bem da Amazônia, mas, sim, pelos bens da nossa Amazônia.” Ela lembrou de operação recente da Polícia Federal que combateu exploração ilegal de diamantes na Reserva Roosevelt, em Rondônia.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA