POLÍTICA NACIONAL

Escritório de líder do governo Bolsonaro na Câmara é alvo de operação

Publicados

em


source
barros
Elza Fiuza/Agência Brasil

Líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros, foi alvo de operação do MPPR


O escritório político do deputado federal  Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo Bolsonaro na Câmara , foi alvo de mandado de busca e apreensão cumprido Ministério Público do Paraná e pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (16), em Maringá.


A TV Globo obteve informações que apontam que a operação foi realizada para investigar desvios em compra de equipamentos . O deputado ainda não se manifestou sobre o caso.

O Ministério Público de São Paulo também participa da investigação e realizou uma ação na capital cujo alvo é um possível participante das fraudes. A reportagem da Globo afirma que o homem investigado pelo MP paulista conhece Ricardo Barros, mas nega participação em esquemas fraudulentos.

Leia Também:  Bolsonaro diz que já tem candidatos em São Paulo, Santos e Manaus

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Ministro da Educação diz que jamais incentivou discriminação

Publicados

em


.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, divulgou nota neste sábado (26) dizendo que teve uma fala “interpretada de modo descontextualizado” em matéria veiculada no jornal O Estado de São Paulo na última semana. 

Na última quinta-feira (24), Ribeiro fez comentários considerados discriminatórios que foram reproduzidos em redes sociais. O ministro afirma que as falas foram retiradas do contexto e tiveram interpretação equivocada.

“Jamais pretendi discriminar ou incentivar qualquer forma de discriminação em razão de orientação sexual”, diz a publicação. “Trechos da declaração, retirados de seu contexto e com omissões parciais, passaram a ser reproduzidos nas mídias sociais, agravando interpretação equivocada e modificando o real sentido daquilo que se pretendeu expressar.”

O Ministro pediu desculpas a quem se sentiu ofendido. “Por fim, diante de meus valores cristãos, registro minhas sinceras desculpas àqueles que se sentiram ofendidos e afirmo meu respeito a todo cidadão brasileiro, qual seja sua orientação sexual, posição política ou religiosa.”

 

 

Edição: Aline Leal

Leia Também:  Bolsonaro diz que já tem candidatos em São Paulo, Santos e Manaus

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA