POLÍTICA NACIONAL

“Estou otimista com a palavra da ciência” diz Dória sobre vacina contra Covid-19

Publicados

em


source
Doria exibe dose da Coronavac
Reprodução/Twitter

Doria exibe dose da Coronavac

João Dória , governador do Estado de São Paulo, comentou sobre a  vacina contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2) de maneira otimista em entrevista concedida a rádio colombiana W Notícias nesta segunda-feira, 27.


A vacina contra a Covid-19 está sendo desenvolvida no Brasil pelo Instituto Butantan e o laboratório Sinovac Biotech, de origem chinesa, desde o início de junho. Já na terceira fase de testes , realizada em profissionais voluntários da saúde, os possíveis resultados da testagem chamam atenção internacional.

Em entrevista a rádio W Notícias, da Colômbia, Dória  afirmou que o Instituto tem trabalhado para dobrar a capacidade produtiva de vacinas até outubro deste ano e reiterou “A vacina CoronaVac é uma das mais promissoras do mundo”.

Leia Também:  Comissão debate sobre a disponibilidade de medicamentos para intubação



No mesmo trecho da entrevista, compartilhada por João Dória  em seu Twitter, ele mencionou a intenção de exportar a vacina para outros países sul-americanos. “Isso a um custo muito mais barato e com uma facilidade logística por sermos vizinhos”, declarou.

Ao fim deste trecho, o governador comunicou que está positivo quanto a CoronaVac : “Estou otimista sim e otimista com a palavra da ciência, da medicina”. A esperança de Dória é que até o fim do ano a vacina esteja pronta para aplicação na população brasileira .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Projeto visa acelerar medidas que cessem crime de racismo em meios de comunicação

Publicados

em


.
Najara Araujo/Câmara dos Deputados
Homenagem aos trabalhos realizados pela Polícia Federal. Dep. Aluisio Mendes (PODE - MA)
O autor da proposta, deputado Aluísio Mendes

O Projeto de Lei 4147/20 autoriza a autoridade policial a representar diretamente ao juiz para adoção de medidas que cessem o crime de preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional praticado por intermédio de meios de comunicação social ou publicações de qualquer natureza.

Hoje, pela Lei do Racismo, o delegado de polícia deve dirigir a solicitação ao Ministério Público, para que este, se assim entender, encampe o pedido e o submeta ao juiz. Segundo o autor da proposta, deputado Aluisio Mendes (PSC-MA), alterando a regra, “será possível imprimir mais celeridade ao procedimento”.

As medidas previstas para encerrar o crime de racismo, previstas na lei, que podem ser determinadas pelo juiz incluem: o recolhimento imediato ou a busca e apreensão dos exemplares do material; a cessação das respectivas transmissões radiofônicas, televisivas, eletrônicas ou da publicação por qualquer meio; e a interdição das respectivas mensagens ou páginas de informação na rede mundial de computadores.

A proposta, que altera a Lei do Racismo, está em análise na Câmara dos Deputados.

Leia Também:  Publicado decreto que confirma entrada do Brasil no Protocolo de Nagoia

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Lara Haje
Edição – Natalia Doederlein

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA