POLÍTICA NACIONAL

Flordelis diz querer ajuda de detetive de programa de televisão dos EUA

Publicados

em


source
A deputada é acusada e ter participado da morte de seu marido, pastor Anderson do Carmo
Fernando Frazão/Agência Brasil

A deputada é acusada e ter participado da morte de seu marido, pastor Anderson do Carmo

A deputada Flordelis , acusada de ser a mandante do assassinato do marido e pastor Anderson do Carmo  em junho de 2019, disse que a Justiça brasileira quer prendê-la “a qualquer custo” e que, agora, procura ajuda internacional. Ela quer que o detetive norte-americano Pat Postiglione , que tem um programa de TV de investigação Discovery Channel , investigue seu caso. 

Em entrevista à revista The New YorkerFlordelis disse que, no Brasil, querem “fazer dela a mente por trás do assassinato” do pastor Anderson e, por isso, ela está procurando ajuda fora do país.

Na ocasião, o jornalista norte-americano disse que a mulher foi indiciada “sem qualquer prova, apenas por mensagens no meu celular”. Ela também comentou o fato de ter seis filhos presos e, de acordo com ela, eles só estão na prisão porque “sabiam da mensagem do assassinato de meu marido”.

“Mas aí eu pergunto: E os outros que também sabiam? Por que eles não estão na prisão? Claro, eu não gostaria de ver nenhum dos meus filhos na prisão. Mas o Ministério Público alega que prendeu alguns porque eles sabiam e nada fizeram para impedi-lo. Toda a família sabia. Até meu marido sabia”, acrescentou a deputada.

O detetive de quem a acusada quer ajuda é famoso pelo programa de televisão, já investigou diversos homicídios e é responsável pela prisão de três serial killers em em Nashville, no Tennessee ( EUA ). Além disso, ele é conhecido por ter “memória fotográfica” que o permite lembrar de todos os detalhes de suas investigações.

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Projeto torna obrigatório incluir dados sobre eficácia e procedência em embalagem de genéricos

Publicados

em


Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Breves comunicações. Dep. Glaustin da Fokus (PSC - GO)
Glaustin da Fokus: a medida vai dificultar a venda de remédios falsos

O Projeto de Lei 1935/21 torna obrigatória a impressão de um código de resposta rápida (QR Code, na sigla em inglês) nas embalagens de medicamentos genéricos a fim de que o consumidor tenha acesso a informações sobre eficácia e procedência desses produtos. O texto tramita na Câmara dos Deputados e altera o Código de Defesa do Consumidor.

Segundo a proposta, o QR Code deverá revelar, por exemplo, dados dos testes de equivalência farmacêutica, que mostram a eficiência do genérico em comparação com o medicamento de referência. O consumidor também deverá ter acesso a dados do perfil de dissolução e dos lotes de matéria-prima dos princípios ativos usados na fabricação do medicamento genérico.

Autor da proposta, o deputado Glaustin da Fokus (PSC-GO) lembra que a Lei 9.787/90 e a Resolução 31/10 definiram diversos critérios para que os medicamentos genéricos mantivessem o mesmo padrão de qualidade dos medicamentos de referência. O deputado, entretanto, argumenta que a falta de comprometimento de alguns laboratórios, associada a uma fiscalização insuficiente, tem tornado perigoso o consumo de genéricos.

Leia Também:  Estudo do Senado aponta necessidade de leis para deter poluição por plásticos

“Tanto que vários testes particulares realizados e divulgados pela imprensa demonstraram que inúmeros laboratórios, bem como uma quantidade razoável de remédios, não guardavam compatibilidade com as exigências estabelecidas”, diz o parlamentar.

Ele acredita que as informações mostradas por meio do Código QR poderão auxiliar os consumidores no momento da compra e também contribuir para dificultar a disseminação de remédios falsificados no mercado.

Tramitação
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Murilo Souza 

Edição – Pierre Triboli

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA