POLÍTICA NACIONAL

Patriota oficializa Mamãe Falei como candidato à Prefeitura de São Paulo

Publicados

em


source
MAMÃE
Reprodução

Deputado e youtuber Arthur do Val, o Mamãe falei, briga com deputados e sindicalistas na Alesp


O deputado estadual Arthur do Val, também conhecido como Mamãe Falei , foi oficializado candidato na disputa pela prefeitura de São Paulo concorrendo pelo Patriota . A convenção do partido foi realizada na manhã desta terça-feira (8) em um formato drive-thru.


Mamãe Falei vai tentar mostrar aos cidadãos de São Paulo um perfil diferente do que construiu na carreira política até o momento, o de brigão, que tem certo apreço pelo eleitorado pois o alçou ao posto de segundo deputado estadual mais bem votado de São Paulo.

“O papel do militante e do deputado é apontar os problemas. No Executivo, a postura é outra “, disse o candidato em entrevista ao Estadão . “Quando você é (do Poder) Executivo, seu papel é resolver o problema. As pessoas conhecem o Arthur do YouTube, mas tenho sucesso na iniciativa privada. Oito CNPJs com sucesso. Não sou só o brigão , que arruma as brigas pelas brigas. Tenho experiência, sei o que estou fazendo.”

Leia Também:  Projeto determina que 5% do fundo eleitoral sejam aplicados em candidaturas de afrodescendentes

Mesmo tentando moldar a imagem, o candidato já parte na disputa pela prefeitura com a pecha de higienista após declarar que vai “acabar com a cracolândia” e criticar o trabalho de ONGs e de setores da igreja católica no atendimento aos moradores de rua . “Polêmica pela polêmica não agrega”, respondeu o candidato ao Estadão.

Mamãe Falei foi expulso do DEM em 2019 após ser acusado de infidelidade partidária. O deputado respondeu dizendo que nunca teve alinhamento ideológico com a sigla. Ele criticou o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, também do DEM nas redes sociais.

Ao lado de Mamãe Falei na chapa do Patriota está a ativista Adelaide de Oliveira que foi líder do movimento “vem pra rua”, um dos principais responsáveis por convocar manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma.

Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Ministro da Educação diz que jamais incentivou discriminação

Publicados

em


.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, divulgou nota neste sábado (26) dizendo que teve uma fala “interpretada de modo descontextualizado” em matéria veiculada no jornal O Estado de São Paulo na última semana. 

Na última quinta-feira (24), Ribeiro fez comentários considerados discriminatórios que foram reproduzidos em redes sociais. O ministro afirma que as falas foram retiradas do contexto e tiveram interpretação equivocada.

“Jamais pretendi discriminar ou incentivar qualquer forma de discriminação em razão de orientação sexual”, diz a publicação. “Trechos da declaração, retirados de seu contexto e com omissões parciais, passaram a ser reproduzidos nas mídias sociais, agravando interpretação equivocada e modificando o real sentido daquilo que se pretendeu expressar.”

O Ministro pediu desculpas a quem se sentiu ofendido. “Por fim, diante de meus valores cristãos, registro minhas sinceras desculpas àqueles que se sentiram ofendidos e afirmo meu respeito a todo cidadão brasileiro, qual seja sua orientação sexual, posição política ou religiosa.”

 

 

Edição: Aline Leal

Leia Também:  Congresso Nacional adere à campanha de conscientização da asfixia perinatal

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA