POLÍTICA NACIONAL

Senadores divergem sobre uso da AGU em defesa de perfis de apoio a Bolsonaro

Publicados

em


.

Por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), contas de aliados do presidente Jair Bolsonaro foram bloqueadas por redes sociais, como Twitter e Facebook, na última sexta-feira (24/7). Em seguida, a Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com ação contra a derrubada desses perfis de pessoas ligadas a Bolsonaro. Senadores dos partidos de oposição criticaram a AGU por se manifestar contra a decisão de Moraes. Para o senador Jean Paul Prates (PT-RN), a AGU não pode ser usada para fins pessoais. Já o vice-líder do governo, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), argumentou que a ação não foi movida pela AGU em defesa de Bolsonaro, mas da liberdade de expressão e da manifestação do pensamento. O recurso ainda será analisado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). Mais informações na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto proíbe cobrança de taxa antecipada para garantir vaga de aluno
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro seria oportunista se mudasse discurso sobre mortes, dizem aliados

Publicados

em


source
Bolsonaro
Reprodução YouTube

Bolsonaro defende uso de cloroquina, que não tem eficácia comprovada no combate à Covid-19

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ouvidos pela coluna do Valdo Cruz da Globo , avaliam que se Bolsonaro mudasse sua postura diante das mortes por Covid-19, ele estaria realizando um “oportunismo político” que não iria “colar.

Apesar de criticarem a postura de Bolsonaro , aliados do presidente acreditam que não há como mudar de postura após cinco meses com um mesmo discurso.

Um funcionário próximo de Bolsonaro alegou que o presidente irá até o fim com o discurso atual, mesmo sabendo que será criticado pela falta de empatia com as 100 mil mortes por Covid-19 registrada no Brasil.

Para amenizar a crise, segundo os aliados, Bolsonaro continuará afirmando as medidas tomadas pelo governo e prorrogará o auxílio emergencial. 

Leia Também:  Bolsonaro publica MP que trata de reorganização societária da Caixa

A equipe de Bolsonaro tem reforçado para que ele evite novas declarações polêmicas, já que elas podem ser utilizadas contra ele em uma eventual candidatura eleitoral em 2022.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA