Mulher

Por que uma foto de biquíni faz influenciadora perder centenas de seguidores?

Publicado

source

Nem sempre é fácil vestir um biquíni e encarar o verão. Mesmo que você se sinta confortável com a ideia, as pessoas podem ter reações cruéis. Carla Ortiz , 23 anos, define bem a situação: “Para algumas pessoas é intragável mulheres fora do padrão se sentindo bem com elas mesmas”. Ao Delas, a criadora de conteúdo fala sobre ter passado exatamente por isso.

Leia também: Mulheres esbanjam autoestima para mostrar o que é um corpo de praia

mulher arrow-options
Reprodução/Instagram/@carla_mortiz

Carla Ortiz tem 23 anos e é criadora de conteúdo

Carla publica conteúdo sobre moda e lifestyle em seu Instagram. Recentemente, compartilhou uma foto de biquíni curtindo um dia na piscina. Apesar das centenas de comentários positivos, ela chegou a perder mais de 200 seguidores após a sequência de três fotos que mostra o seu corpo com curvas e celulites.

Na publicação, escreveu: “Eu não me amo o tempo todo, não acho meu corpo bonito o tempo todo, tem dias que não acho ele bonito tempo nenhum. Mas a questão é: eu não deixo de viver por causa disso”.

Ela conta que essa foi a primeira vez que tirou uma foto sentada usando biquíni. “Em pé o meu corpo fica mais ‘aceitável’”, diz. Carla fala que até se assustou quando viu a foto e “entrou em contato com uma parte que nunca tinha visto”. Apesar da insegurança, pensou “por que não postar?”.

Com mais de 34 mil seguidores, a influenciadora digital fala que essa foi chance de mostrar que seu corpo também tem imperfeições. “No mundo plus size as pessoas falam de aceitação o tempo todo, mas todo mundo tem inseguranças. Ninguém se aceita 100% do tempo. Isso é uma mentira”.

Leia também: Modelo plus size posta foto de lingerie e dá recado para quem critica seu corpo

Por que incomoda?

Embora tenham comentários positivos, não dá para ignorar a gordofobia  daqueles que a deixaram de seguir. Após as críticas, Carla passou a refletir e chegou a algumas conclusões sobre o que pode ter causado as reações negativas.

“Eu nunca tinha mostrado minhas gorduras assim. Sempre eram fotos em pé. Talvez muita gente se incomode com mulheres se sentirem bem com elas mesmas”, analisa. Carla ainda comenta que algumas pessoas acharam “militante” e “agressiva” demais por mostrar tanto o seu corpo. “Por ser uma pessoa gorda fora do padrão, tem gente que acha vulgar. É uma imagem difícil de engolir”.

mulher de biquini arrow-options
Reprodução/Instagram/@carla_mortiz

Apesar dos comentários negativos, Carla não deixa de publicar fotos mostrando o corpo

As críticas não desanimam nem impedem Carla de continuar seu trabalho nas redes sociais. 

“Eu entendi que não dá para agradar todo mundo e eu não vou deixar de publicar o que acho importante por causa de seguidor. Se as pessoas se sentirem incomodadas, podem dar unfollow. Não vou mudar meu conteúdo”, pontua.

“Não podemos deixar de viver pelas inseguranças”

Apesar da segurança que a jovem apresenta hoje diante dos comentários preconceituosos, nem sempre foi assim. “Eu já deixei de fazer muita coisa”, revela.

Carla conta que há dois anos viveu uma depressão e engordou bastante, o que a deixava desconfortável e para baixo. Aos poucos, foi se cercando de referências positivas e tirou do Instagram pessoas tóxicas por não ter a mesma realidade que ela, como as “musas fitness”.

Leia também: Jovem exibe celulite em fotos de maiô e inspira mulheres

Com ajuda psiquiátrica e psicológica, Carla passou a encarar seu corpo de outra forma e melhorar essa relação. “Eu comecei a normatizar meu corpo”, fala. Outro ponto fundamental nessa jornada foi entender o que os comentários negativos significavam. “Esse discurso de ódio diz muito mais sobre o outro do que sobre mim”, fala.

Para quem se sente insegura com a própria imagem, Carla sugere fazer como ela e se cercar de referências, buscando encontrar outros tipos de beleza. Além disso, se jogar no verão e não deixar de aproveitar a estação por não ter o ‘corpo ideal ’. “Nós mulheres fomos criadas para não gostar do nosso corpo. Ninguém precisa se amar o tempo inteiro, mas não podemos deixar de viver pelas inseguranças”.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Leia mais:  Como perder barriga depois dos 50? Nutrólogo ensina a acabar com as gordurinhas
publicidade

Mulher

Grávida descobre traição de marido: “Ele ia ver os filhos, mas ficava com a ex”

Publicado

source

Tanya e Michael Holland, de Londres, Inglaterra, estavam juntos há cerca de sete anos antes dele cometer traição e engravidar a ex-esposa. Após o ocorrido, ela fez ele escolher: ficar com ela e os três filhos do casal, de cinco, dois e um ano, e cortar o contato com os outros três filhos que ele tem de outros relacionamento, além do bebê recém-nascido. 

Leia também: Traição tem a ver com amor? Veja o que mulheres que já traíram têm a dizer

grávida chorando arrow-options
shutterstock

Tanya estava esperando o terceiro filho do casal quando descobriu a traição do marido

Em entrevista ao The Sun , Tanya, de 42 anos, conta que a ausência de Michael foi uma questão que dificultou a relação desde a primeira gravidez, mas ela não esperava pela traição . Ela teve depressão pós-parto depois que os dois meninos nasceram. “Eu sabia que estava sofrento, mas era difícil ver Michael saindo tanto. Ele sempre estava com amigos ou visitando os outros filhos.” 

Apesar de sempre encorajar o parceiro a visitar os outros filhos, ela achava que ele passava mais tempo do que costumava com eles. “Eu comecei a ficar com ciúme. Ele sempre foi um bom pai para os filhos, mas eu também queria que ele ficasse em casa com os nosso meninos.” 

“Nós começamos a discutir mais e eu não sabia o que fazer. Comecei a me culpar por afastá-lo de nós, de não ser compreensiva. O nosso segundo filho tinha seis meses quando descobri que estava grávida de novo. Não sabia se ria ou chorava, porque estava muito difícil com dois bebês pequenos e a minha depressão. Eu amo ser mãe, mas não é fácil”, comenta. 

Descoberta da traição 

Ela conta que Michael ficou feliz com a novidade, mas que a chegada de mais um bebê não fez com que ele mudasse suas atitudes. “Durante o meu ultrasson na 12ª semana de gravidez, ele ainda estava visitando os filhos várias vezes na semana. Eu só queria que ele ficasse mais com a gente. Sentia que nunca o via, como iria lidar com uma terceira criança assim?”

Leia mais:  Como perder barriga depois dos 50? Nutrólogo ensina a acabar com as gordurinhas

Então, Tanya leu em uma revista que a depressão pós-parto podia ser curada se o bebê fosse menina. “Eu olhei esperançosa para o Michael e ele só me disse ‘Você sabe que não vai ser uma menina. Iria ser ótimo, mas é meu sexto filho e vai ser outro menino'”. 

Ela acreditou que a possibilidade de ser outro menino era maior, mas ao fazer o ultrassom aos  cinco meses de gestação soube que é uma menina. “Michael não tinha ido comigo, ele precisava terminar a reforma da casa antes do bebê chegar. Eu estava muito animada. ‘Vamos ter uma menina!’, gritei no telefone.”

Leia também: Ao descobrir traição de uma década atrás, esposa enfrenta dilema

“Quando cheguei em casa, ele me chamou para conversar, estava chorando e muito animado, mas então ele parou de sorrir. ‘Eu tenho uma novidade também. Minha ex está esperando um filho meu. Me desculpe’. Tudo parou e eu não conseguia acreditar”, lembra.

Michael contou que havia dormido com a ex e que ela estava grávida de três meses – ou seja, dois meses de diferença para Tanya. “Eu fui de me sentir extasiada para devastada. ‘O que fez você me contar agora?’, perguntei. E ele me respondeu: ‘Ela contou para uma amiga que disse que te contaria se eu não fizesse isso antes. Não queria que você descobrisse de outra forma”. 

Leia mais:  Tem até banho frio! Atriz Teri Hatcher revela segredos da boa forma aos 54

Tanya relata que ele adimitiu que a traição estava acontecendo há alguns meses e que todas as vezes que Michael falou que quando ia ver os filhos, ficava com a ex. “Eu não conseguia ver mais um futuro com ele depois dessa mentira. Eu não sabia o que fazer. Estava grávida e ainda o amava, mas ele havia me traído.”

Tanya dá condição para continuar com Michael

“Eventuralmente, a gente acabou conversando e eu disse que para fazer nossa relação funcionar, ele teria que mudar seus hábitos. Sem desaparecer com os amigos e ignorar ligações, nem visitar mais os três filhos e o novo bebê. Não até que eu estivesse pronta para isso. Eu sabia que estava pedindo muito, mas era o que eu merecia depois do que ele fez e ele concordou”, conta. 

Depois do nascimento da filha do casal, Storm, há um ano, Tanya conta que sentiu a depressão pós-parto “se esvair”. “Eu me sentia meu velho eu e, desde então, Michael está mudado. Ele faz as tarefas em casa e eu sempre sei onde ele está. Ele está se esforçando e eu também.

Leia também: Mulher conta como descobriu traição do marido durante a lua de mel

“A ex dele teve um menino um mês depois que Storm nasceu e Michael ainda não foi conhecê-lo. Ainda não me sinto pronta, apesar de saber que não é culpa do bebê. Ele cometeu traição e mentiu pra mim, transformando o que deveria ser o dia mais feliz de todos, no pior de todos. Mas nós estamos superando isso, não está sendo fácil, mas vamos chegar lá”, finaliza.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Tendências para 2020: cortes e cores de cabelo que vão bombar no ano que vem

Publicado

source

As possibilidades quando falamos de cabelo são enormes. Além dos diferentes tipos de fio, há diversas maneiras de estilizá-los, seja com corte ou coloração. Pensando que cada ano tem um estilo que chama mais atenção, o Delas vai te contar quais serão as tendências para 2020. 

Leia também: Nem platinado, nem escuro! A tendência do momento é cabelo loiro neutro

Entre cortes cheios de camadas e fios iluminados, as tendências para 2020 prometem trazer muitas influências retrô e, também, repaginar ideias que ainda estão bombando em 2019 . O long bob, corte  que está popular há pelo menos duas temporadas, é um exemplo disso, mas a novidade é que ele ganhou duas versões: a reversa e repicada.

mulheres com corte long bob arrow-options
Reprodução/Instagram/naielicamile/bobbiepiins

O long bob foi repaginado nas tendências para 2020, com um corte mais repicado ou com a base mais longa do que as pontas

“O long bob repicado foi a grande tendência de 2014 e agora está de volta. Como o nome sugere, o corte tem as pontas repicadas, garantindo muito mais movimento. É recomendado para quem tem cabelos muito lisos”,  diz Rudi Werner, hairstylist do Werner Coiffeur. 

Leia mais:  "Se o cara era gostoso, só pensava em deixá-lo nu", diz mulher viciada em sexo

“O long bob reverso mantém os fios acima dos ombros, mas com as pontas da frente levemente mais compridas que os fios próximos à nuca. É uma forma de proporcionar movimento e deixar o visual mais chique”, completa. 

camadas invertidas, blunt cut, mullet arrow-options
Reprodução/Instagram/llucas_boaz/mfbeauty__/mia_defabio

Entre as tendências para 2020 quando falamos de cabelos estão os cortes com camadas investidas, blunt cut ou o mullet

Cortes com camadas reversas ou invisíveis também estarão entre os preferidos. “Consiste em camadas feitas no interior do cabelo. A técnica ajuda a dar mais volume, proporcionando uma leveza e movimento, mas mantendo a aparência de um cabelo inteiro”, diz. 

O blunt cut, que tem base reta e os fios mais curtinhos, bem parecido com o tradicional chanel, também é outro estilo que deve chamar atenção tanto para os curtinhos, quanto  longos

Outra tendência, dessa vez mais ousada, veio direto da década de 80: o mullet. “É preciso ter coragem para aderir! Na Europa a moda já pegou e promete chegar ao Brasil nessa próxima temporada. O corte mantém os fios bem curtos no topo da cabeça, com pontas longas na nuca.”

Leia mais:  Mulher adepta do poliamor que vive relação a três afirma: “Não é apenas sexual”

Cabelos iluminados continuam como tendências para 2020

iluminação com tons acobreados e rosé arrow-options
Reprodução/Instagram/maneaddicts/klvitoria_

A tintura e o loiro platinado estão perdendo espaço para a iluminação, especialmente com tons dourados, acobreados e rosé

Uma tendência que esteve forte em 2019 é deixar os fios no tom natural, mas iluminados – em vez de apostar em tinturas pesadas. Essa ideia continua no ano que vem, como explica Pedro Guimararães, analista de capacitação da Keune Brasil.

Segundo ele, as tonalidades intermediárias de loiro são o que vão chamar atenção. “Os tons de doce de leite ou canela ajudam a dar brilho e vida nas bases mais escuras. Eles combinam com os dias ensolarados do verão e exigem uma manutenção menor”, diz.

Leia também: Ombré, californiana ou balayage? Saiba como deixar o cabelo iluminado

Dourados e acobreados também ganharam força nos últimos anos e devem continuar entre os mais pedidos, enquanto o platinado deve abrir espaço para cores mais suaves e naturais. Para substituir, o tom  rosé aparece como uma das tendências para 2020 . “Essa cor passa um ar de elegância e ainda permite fazer um look divertido e moderno”, finaliza Pedro. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana