AMM

Prédio da UPA poderá ser utilizado para atender casos de covid-19

Publicado


.

O secretário municipal de Saúde de Campo Verde, Altair Timoteo de Araújo, disse hoje (26) que se necessário o prédio da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA), poderá ser utilizado para atender pacientes do novo coronavírus.

Hoje pela manhã, uma equipe trabalhava na limpeza do prédio e dos equipamentos. Na quarta-feira (25), a Secretaria Municipal de Obras e Viação iniciou o trabalho de pavimentação do pátio externo do prédio.

Na UPA, de acordo com o secretário municipal de Saúde, serão disponibilizados 30 leitos – podendo chegar até 60 se houver necessidade – para internamento e isolamento dos pacientes. A Unidade de Pronto Atendimento, que conta também com um aparelho de Raio-X para a realização de exames, funcionará como uma extensão do Hospital Municipal Coração de Jesus.

“No Hospital nós temos uma capacidade instalada. Em primeiro momento, enquanto essa capacidade não estiver lotada, nós não iremos utilizar esse espaço. Lembrando que a Secretaria de Saúde tem trabalhado para que não tenhamos o uso desse espaço, mas caso precise ele estará apto para receber os pacientes com suspeita de coronavírus”, explicou o secretário.

Uma das preocupações da população é quanto ao número de respiradores artificiais disponíveis em Campo Verde. Conforme informou Araújo, o sistema de saúde pública conta com 8 aparelho. No setor privado são mais dois. Estes aparelhos, segundo ele, podem ser requisitados pela Secretaria Municipal de Saúde por meio de locação.

“A nossa conta hoje [é que] com dez respiradores no município, caso tenhamos necessidade, acreditamos sim que estaremos bem servidos. Lógico, sempre trabalhando para que não tenhamos um surto”, disse Araújo.

Ele informou também que pacientes com problemas respiratórios graves são encaminhados para tratamento em Unidade de Terapia Intensiva em outros centros, como Rondonópolis, Primavera ou Cuiabá.

“O que nós estamos hoje fazendo as contas e tralhando é com caso em que não consigamos levar nossos pacientes para essas UTI´s. Enquanto o fluxo estiver funcionando, nós conseguiremos levar, sim. A partir do momento que não tenha mais vagas [nas UTI´s] esses pacientes permanecerão aqui. Aí sim, a tendência é que [se] utilize mais respiradores caso venha [ter] um surto muito grande, muitas pessoas acometidas pela doença, em estado grave”, ressaltou.

Araújo frisou que até agora nenhum dos 21 casos suspeitos, de acordo com último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, feito com base nos números da Secretaria Estadual de Saúde, estão em estado grave. “Isso também nos tranquiliza nesse momento, mas estamos observando a situação do dia. Na epidemiologia, cada dia é diferente, ainda mais [em se] tratando dessa doença. Cada dia é de tomada de decisão, de analisar os dados e trabalhar com as propostas futuras”, explicou.

O secretário ressaltou que as medidas que estão sendo tomadas pela Prefeitura e pela Secretária Municipal de Saúde visam conter principalmente as aglomerações de pessoas, situação em que o risco de contágio é maior, aumentando com isso o número de pessoas que necessitam de internamento hospitalar.

“Temos a responsabilidade, temos o compromisso com os nossos moradores de Campo Verde, mas pedimos que a população também tenha esse compromisso conosco e com vocês mesmo, porque cada um sabendo o que pode fazer, sabendo as formas de contenção, nos ajuda também a conter a disseminação da doença. Isso tudo colabora para que não tenhamos que utilizar muitos leitos ou muitos respiradores. Acreditamos sim que vamos passar por esse momento e a vida vai voltar ao normal”, disse Araújo.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

AMM

Prefeitura decreta situação de emergência em decorrência do Covid-19

Publicado


.

Com objetivo de evitar que a população do município de Santo Antônio do Leste seja contaminada com o vírus, o prefeito em exercício publicou novo decreto, para fins de enfrentamento à pandemia decorrente do Novo Coronavírus. Trata-se do decreto nº 023/2020, que dispõe sobre novas medidas adotadas pelo Poder Executivo.

  • Fica decretada a situação de emergência no âmbito do Município de Santo Antônio do Leste;
  • Fica determinado o fechamento, a partir de hoje, 22/03/2020 até 05/04/2020, bares, casas de festas e eventos, academias, lojas, lanchonetes, restaurantes, sorveterias e padarias, exceto para serviços de entrega à domicílio ou balcão, que deverá garantir a distância mínima de 1,5 metro do cliente para o atendente;
  • Fica proibida a reunião de pessoas em templos religiosos, como cultos, missas e outros, independentemente da quantidade de pessoas, até a data de 05/04/2020;
  • Fica proibida a realização de transporte coletivo intermunicipal até a data de 05/04/2020.
  • Fica vedada a aglomeração de pessoas em praças, e em campos e quadras direcionadas à prática de esportes coletivos.
  • Fica vedada a utilização pública de itens que podem transmitir o novo Coronavírus, tais como o tereré, narguile e o chimarrão, sendo autorizada a apreensão dos mesmos.
  • Fica vedada a realização de velórios com mais de 15 (quinze) pessoas, até o dia 05 de abril de 2020;
  • Estabelece que supermercados, mercados, mercearias, farmácias, drogarias, postos de combustíveis e congêneres permitam a entrada de escala de no máximo 03 por vez, evitando filas no caixa, de modo a garantir distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os clientes e atendentes;
  • Que a instituição bancária adote condutas que impeçam aglomerações, assegurando distanciamento mínimo de 1,5 metro entre clientes e atendentes;
  • Que o comércio em geral, adote medidas de higienização no local, garantindo a segurança dos trabalhadores com uso de EPI’s e álcool em gel;
  • Aos agentes públicos municipais que desempenham a função de fiscalização das medidas acima elencadas, ficam autorizados a solicitação de apoio policial em caso de descumprimento das medidas de isolamento social impostas, podendo os infratores incorrerem nos crimes positivados nos artigos 268 e 330, do Código Penal.
  • Fica reduzido o horário de expediente nas repartições públicas à 6h (seis horas) diárias, a partir do dia 24/03/2020 a 05/04/2020, sendo este realizado no seguinte período: 07h00min às 13h00min;
  • Aos servidores acima de 60 (sessenta) anos deverão cumprir o horário de expediente, a partir do dia 24/03/2020 a 05/04/2020 em home Office.
    • Excetuam-se à determinação os servidores lotados na Secretaria Municipal de Saúde;
  • Às servidoras gestantes, independente da lotação, deverão cumprir o horário de expediente, a partir do dia 24/03/2020 a 05/04/2020 em home office.
  • Os servidores públicos estarão proibidos de se deslocarem do Município, a partir do dia 23/03/2020 a 05/04/2020, salvo em situações emergenciais, devendo ser autorizados pelo Gabinete de Situação.

Todas as medidas restritivas impostas pelo decreto em questão vigem, a princípio, até a data de 05 de abril de 2.020, podendo ser prorrogadas em virtude da situação aferida em época oportuna.

Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doenças contagiosa, a pena é de detenção de um mês a um ano e multa, conforme Art. 286.

Desobedecer ordem legal de funcionário público, a pena é de detenção de quinze dias a seis meses e multa, conforme Art. 330.

SEGUE DECRETO 023/2020, AQUI

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

Alimentação escolar será repassada para famílias afetadas pela pandemia em Nova Ubiratã

Publicado


.

A Prefeitura de Nova Ubiratã, por meio das secretarias municipais de Assistência Social e de Educação, irá distribuir cerca de 400 kits de alimentação a famílias em situação de vulnerabilidade social e consequentemente foram as mais afetadas pela pandemia do coronavírus (COVID-19).

Os gêneros alimentícios haviam sido adquiridos para suprir a merenda escolar, mas com a suspensão das aulas (em 19 de março) e a imprevisibilidade de retorno, poderiam ser considerados impróprios para o consumo humano.

Os kits começaram a ser montados nesta quarta-feira (25), por servidores públicos municipais de diferentes pastas com auxílio de grupos de dezenas de voluntários, incluindo integrantes da Polícia Militar e membros da Associação dos Acadêmicos de Nova Ubiratã (ASSANU).

Segundo a secretária de Assistência Social, Sileuza Dias Santos, entre as famílias prioritárias estão àquelas cadastradas em programas sociais, cujos filhos estão matriculados na rede municipal de ensino, e trabalhadores informais que no momento permanecem impossibilitados de exercerem suas atividades profissionais.

“A distribuição de alimento é um trabalho rotineiro da secretária. No entanto, em virtude da pandemia nosso público alvo se tornou maior, assim como as famílias atendidas graças a essa parceria firmada com a secretaria de Educação”, explica.

“Às vezes a pessoa precisa dessa ajuda, mas por receio ou até mesmo por vergonha ela não procura a secretaria (….) quero aproveitar a oportunidade e pedir o apoio de toda sociedade. Caso conheça alguém que esteja passando por dificuldades, por favor entre em contato conosco. Aquele comerciante que deseja contribuir, seja com doações ou trabalho voluntariado, toda ajuda é bem vinda nesse momento”, complementa Sileuza.

Para evitar a aglomeração de pessoas, a entrega dos kits será feita em domicílio.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana