Momento Entretenimento

Problemas técnicos e doença de Sandy afetam show de Sandy e Junior em São Paulo

Publicado

Já se passava meia hora do horário previsto quando Sandy e Junior subiram ao palco do Allianz Parque em São Paulo para o último show da dupla na cidade, neste domingo (13).
Com uma sequência de Não Dá Pra Não Pensar e Nada Vai Me Sufocar , eles foram recebidos aos gritos pelos fãs que lotaram o estádio.

sandy e junior no palco arrow-options
Reprodução/Instagram/@junior_lima

Sandy e Junior

Depois de Sandy sofrer com problemas de saúde antes do show de sábado (12), o esforço da cantora para se manter em pé no show era visível. A isso, somaram-se problemas técnicos que acabaram deixando um Junior um tanto perdido.

Leia também: Do fim ao reencontro: tudo o que aconteceu na vida e carreira de Sandy e Junior

Em No Fundo do Meu Coração , terceira do setlist, ela deu os primeiros sinais de cansaço e quando pararam para falar com o público ela jogou a real: “Se vocês soubessem a energia que a gente sente de vocês. É isso que me colocou de pé ontem e colocou hoje de novo”.

Já em Love Never Fails Sandy arriscou um passos de dança, mas foi Junior que absorveu a energia do público, e parecia aproveitar cada segundo de show. Ele chegou e falar sobre Herói e sua importância na vida pessoal, revelando que escreveu na adolescência, fase em que estava se descobrindo, se entendendo. E foi ai que o primeiro problema surgiu e ele chegou a dizer que não seria essa música que tocaria a seguir, quando Aprender a Amar começou e eles entraram em desarmonia.

Leia também: Famosos tietam Sandy e Junior em show privativo em São Paulo

Em diversos momentos falhas técnicas atrapalharam a apresentação, inclusive antes de Libertar , onde o telão travou e as imagens tiveram que ser exibidas novamente.  Coincidentemente os problemas pareciam perseguir os momentos onde o cantor aparecia sozinho, o que deixou o irmão de Sandy visivelmente abalado. A falta de presença da cantora, que muitas vezes pediu ajuda dos fãs para cantar, acabou atrapalhando o desempenho geral, embora sua dedicação seja louvável, e sua voz não tenha sofrido tanto.

E eles devem ter percebido isso, pois quando Junior voltou ao palco, novamente sozinho para apresentar Enrosca , ele finalmente mostrou que pode conquistar os fãs sozinhos. Depois da faixa, seguida de um belo solo de bateria, ele levou seu tempo para apreciar o amor do público: “vou aproveitar cada gota por que não sei quando isso vai acontecer de novo”.
Sandy, ao contrário, foi piorando ao longo do show e parecia aliviada quando a sessão acústica chegou e ela pode sentar-se.

Na plateia, embora as falhas tenham incomodado os fãs, nada tirou o brilho de um setlist pensado com cuidado para relembrar a carreira toda. Teve pot-pourri de sucessos mais infantis como Dig Dig Joy e Vai Ter que Rebolar , clássicos como As Quatro Estações e A Lenda e até uma capela com o público na hora de Não Ter .

sandy e junior arrow-options
Reprodução/Instagram/@wirso

Sandy e Junior

Leia também: Mesmo com atraso, Sandy & Junior emocionam São Paulo com turnê “Nossa História”

A todo momento eles lembravam os fãs de como estavam tristes com o fim da turnê, que acaba em novembro no Rio, mas eles pareciam mesmo era aliviados. O show foi gravado, mas pouco deve ser usado no futuro DVD da turnê “Nossa História”.

Com pouco menos de um mês para o encerramento e apenas mais um show, Sandy e Junior tem uma nova chance de encerrar em alta esse reencontro, que deve demorar muitos anos para acontecer novamente.

Comentários Facebook
publicidade

Momento Entretenimento

Zé de Abreu é condenado na Justiça após compartilhar fake news sobre Bolsonaro

Publicado


source
José de Abreu ainda não se posicionou sobre o assunto
Divulgação

José de Abreu ainda não se posicionou sobre o assunto

José de Abreu, conhecido por atuar em novelas da Globo , foi condenado a indenizar o Hospital Albert Einstein em R$ 20 mil, conforme decisão publicada neste sábado (04) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Em janeiro de 2019, José de Abreu publicou em seu perfil do Twitter uma notícia falsa, afirmando que a unidade de saúde arquitetou, junto do serviço de inteligência de Israel, uma suposta facada sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).  

“Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad [serviço secreto de Israel], com apoio do Hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM [primeiro-ministro] israelense, o fascista matador e corruptor Bibi [Benjamin Netanyahu]”, escreveu o ator à época. 

Apesar de ter apagado a postagem após a repercussão negativa, a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira acionou a Justiça em busca de uma indenização por danos morais. Em julho de 2019, o TJ já havia condenado Abreu a pagar o valor de R$ 20 mil em 1ª instância.

A juíza Claudia Carneiro Calbucci Renaux, da 7ª Vara Cível de São Paulo, afirmou que o ator da Globo “não se limitou a mera crítica em relação ao atual cenário político, mas fez verdadeira afirmação quanto à existência de um conluio entre o governo de Israel, a igreja evangélica e o hospital com o propósito de cometer ato criminoso”. José de Abreu ainda não se manifestou sobre o assunto. As informações são do Uol .

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Entretenimento

Repórter da Globo detona “torcida” para não deixar bar; assista

Publicado


source
André Hernan%2C repórter da Globo
Reprodução Twitter

André Hernan, repórter da Globo

Neste sábado (04), André Herman, repórter da Globo , compartilhou um vídeo de pessoas em um bar cantando “eu não vou embora” para dois agentes da vigilância sanitária. Em seu perfil no Twitter, o jornalista condenou a atitude das pessoas no estabelecimento.  

“E assim, o Brasil ‘venceu’ a pandemia “, escreveu o repórter da Globo na legenda da publicação, acompanhada de dois emojis.

O vídeo foi anteriormente publicado por Renan Brites Peixoto , jornalista da GloboNews , que também criticou o coro contra os agentes da vigilância. De acordo com Peixoto, o episódio aconteceu na Barra da Tijuca, no Rio. 

“Eu estou com o nojo desse tipo de brasileiro. Tanta gente debaixo da terra, e essa gente tratando a doença como um Carnaval. São genocidas… também”, escreveu Peixoto. Assista ao vídeo. 



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana