Momento Cidades

Profissionais da Educação serão capacitados visando implementação da Lei Lucas em Cuiabá

Publicado

Cuiabá será a primeira capital brasileira a implementar a Lei 13.277. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, realiza no período de 27 a 29 deste mês, dentro do programa de formação continuada para 2019, a capacitação de professores e servidores da rede pública municipal de Ensino em noções básicas de primeiros socorros. A formação atende a Lei nº 13.277, de 04/10/2018, conhecida como Lei Lucas, e a Política Educacional do Município – Escola Cuiabana, tempos de vida, direitos de aprendizagem e inclusão.

O público alvo, mais de 200 profissionais sendo 163 professores de Educação Física e Técnicos em Desenvolvimento Infantil, Assessores da Secretaria Municipal de Educação e representantes das Instituições Filantrópicas.

A formação, cujo tema é A obrigatoriedade da Lei 13.722, de 04.10/1982 – os primeiros socorros no espaço escolar, será ministrada por profissionais da saúde (médico e enfermeira) e um especialista no tema. Terá carga horária de 20h por turma, totalizando 80horas, distribuídas em quatro oficinas.

O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos falou sobre o projeto de formação. “Cuiabá será a primeira capital brasileira a implementar a Lei Lucas e este é mais um projeto pioneiro da gestão Emanuel Pinheiro, que tem na formação dos profissionais, uma de suas prioridades na Educação. Nosso objetivo é capacitar os profissionais para que eles possam identificar e agir de forma preventiva em situações de emergência e urgência médicas, até que o suporte médico especializado seja possível”, explicou o secretário de Educação.

Além da formação, está sendo produzida uma cartilha com informações sobre prevenção de acidentes e primeiros socorros às crianças em formato de e-book. Conforme prevê a lei, em todas as unidades educacionais, serão afixados nos murais o nome dos profissionais que passaram pela capacitação. Outra medida elencada pelo secretário de Educação, Alex Vieira Passos, é a integração das unidades educacionais à rede de atenção de urgência e emergência.

O secretário disse ainda que o projeto tem metas e projeções para até 2024, entre elas, capacitar de 4% a 5% dos profissionais de cada unidade educacional nos próximos anos de modo a atingir, até 2024, final da vigência do Plano Municipal de Educação, pelo menos 25% dos profissionais capacitados, entre outras.

 

Formação

A formação terá aulas teóricas e práticas vivenciais. O conteúdo abrange de forma prioritária, a natureza e a faixa etária do público atendido nos estabelecimentos de ensino, ou seja, de 3 meses a 12 anos abordando a Lei 13.722, as finalidades dos primeiros socorros, atribuições de um socorrista no ambiente escolar, riscos iminentes, prevenção a acidentes no ambiente escolar, avaliação de cenários, técnicas de primeiros socorros, situações que precisam de primeiros socorros, entre outros temas.

 

Saiba mais

A Lei 13.722 de 2018, também conhecida como Lei Lucas, torna obrigatória a capacitação de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos ou privados, e de recreação infantil, em noções básicas de primeiros socorros.

A lei foi criada em homenagem a Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, morto em setembro de 2017 depois de engasgar com um pedaço de cachorro-quente, durante um passeio escolar em Campinas (SP). Na ocasião não havia ninguém preparado para socorrê-lo e assim evitar a tragédia.

O fato mostrou que durante o convívio escolar, os riscos de acidentes existem. Moedas, tampas de caneta, peças pequenas de brinquedos e outros objetos, ou até mesmo alimentos podem causar engasgo ou sufocação em crianças pequenas, sendo essas, algumas das principais causas de morte acidental de bebês de até um ano e meio de idade, segundo o Ministério da Saúde.

 

Serviço

Formação: Educar é Preservar Vida: Noções de Primeiros Socorros na Unidade Educacional ao abrigo da Lei 13.722/2018

Data: 27/11 (Aulas Teóricas)

Hora: 08 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Local: Auditório Maestro China, da Secretaria Municipal de Educação

 

Data: 28/11 (Práticas Vivenciais)

Hora: 07h30 às 12h30 e das 13h30 às 18h

Local: Centro de Formação da Escola Cuiabana

 

Data: 29/11 (Práticas Vivenciais)

Hora: 07h30 às 12h30

Local: Centro de Formação da Escola Cuiabana

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Momento Cidades

NOTA EM DEFESA DOS(AS) SECRETÁRIOS(AS) DE SAÚDE DE MATO GROSSO

Publicado


.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems/MT) vem demonstrar total apoio aos Secretários(as) de Saúde dos municípios mato-grossenses e todas as equipes do Sistema Único de Saúde (SUS) que lutam diariamente para salvar vidas.

Em momentos de pandemia, estamos assistindo uma crescente desvalorização do SUS e dos(as) gestores(as) de saúde por pessoas, entidades políticas e mesmo veículos de imprensa em busca de um culpado em meio ao atual cenário em que o novo coronavírus tem atingido o pico em Mato Grosso.

O Cosems/MT se vê no direito de ser porta-voz dos(as) gestores(as) de saúde e não vamos admitir e nem compactuar com essas acusações às Secretarias Municipais de Saúde e as suas equipes. Nós vamos continuar defendendo os(as) gestores(as) e os municípios.

O Cosems/MT é testemunha do quanto os(as) gestores(as) de saúde trabalham incansavelmente, sem dia e nem hora, para garantir o melhor atendimento aos munícipes. Assistimos diariamente a angústia dos(as) gestores(as) por acesso, por leitos de UTI e o desespero nos grupos de whatsapp. Acompanhamos a busca por atualização, web reuniões, leituras das novas portarias e preocupação com os altos preços dos equipamentos de proteção individual (EPIs) e mesmo medicamentos. Também vemos a alegria com que divulgam os vídeos dos pacientes curados.

Na busca de demonstrar o quanto os(as) gestores(as) de saúde e suas equipes fazem por Mato Grosso, nós do Cosems/MT divulgamos semanalmente um clipping, que reúne as principais ações de saúde promovidas nos municípios. Como não há de ser diferente, em meio à pandemia as ações não pararam, e vêm se multiplicando em uma busca constante de levar o melhor para as pessoas.

Somos testemunhas e admiradores dos(as) Secretários(as) de Saúde, que conhecem como ninguém as características e realidades de cada município e que trabalham de forma realmente efetiva para atender a cada uma dessas realidades. São choros, angústias e alegrias que não podem ser minimizados. Temos orgulho do SUS, temos orgulho dos(as) gestores(as) de saúde, temos orgulho das equipes.

Seguiremos em defesa do que sabemos ser verdade.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Cidades

Veja os dados do painel Covid-19 deste sábado (04)

Publicado


.

Neste sábado (04), Cuiabá tem 4755 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 1076 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 700 já estão recuperados da doença e houve 231 óbitos de residentes e 119 de não residentes.

Na rede hospitalar há 300 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 171 na UTI e 129 em enfermaria. Também estão internados 213 pacientes com suspeita da doença, sendo 108 na UTI e 105 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 204 são de residentes em Cuiabá e 75 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 177 pessoas são de Cuiabá e 57 de outros municípios.

 

Hoje Cuiabá registrou mais 16 óbitos de residentes, chegando a um total de 231 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente todos estes óbitos.

 

Foram registrados os óbitos de 13 homens e 3 mulheres. Destes óbitos, 9 pacientes estavam internados em hospitais públicos e 7 em hospitais privados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana