Nacional

Pronunciamento de Bolsonaro repercute entre opositores

Publicado


source
Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil

Jair Bolsonaro foi criticado após pronunciamento em rede nacional

O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro feito às 20h30 desta terça-feira (31) teve repercussão negativa, com panelaços registrados em várias capitais. Bolsonaro parafraseou o diretor da OMS, Tedros Adhanom, mas tirou parte do discurso de contexto . Opositores protestam nas redes sociais.

LEIA MAIS: Bolsonaro recebe panelaços durante pronunciamento nesta terça

“Bolsonaro, você não é presidente mais. Na verdade, nunca foi. Saia enquanto há tempo, para você e para o Brasil”, publicou Fernando Haddad , ex-candidato à presidência, no Brasil.

O ex-candidato Guilherme Boulos também se pronunciou: “Bolsonaro não anunciou nenhuma medida nova, não garantiu o pagamento imediato da renda básica e ainda distorce a declaração do diretor da OMS para criticar o isolamento da população. O Brasil segue governado por um inconsequente, baseado numa máquina de fake news”.

Na tarde de ontem, os ex-presidenciáveis Haddad e Boulos se juntaram com Ciro Gomes para pedir a renúncia de Bolsonaro.

LEIA MAIS: Brasil tem 201 mortes e 5.717 contaminados pela Covid-19

Manuela d’Ávila afirmou na rede social que “a cara de pau do presidente não tem limites”, ressaltando que a OMS nunca deixou de defender o isolamento social com estratégia contra o novo coronavírus. “Isso já foi desmentido. Bolsonaro diz se importar com vidas e trabalho, mas não responde porque não sanciona o projeto de renda básica”, disse ela.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Jornal Nacional usa dados de estados para driblar atraso dos números do  Saúde

Publicado


source
funcionários colocam corpo em saco
Yan Boechat

Segundo Bonner, o JN passará a divulgar informações levantadas junto às secretarias


Com atraso dos dados oficiais sobre a Covid-19 no Brasil, o Jornal Nacional divulgou hoje, 4, levantamento realizado junto às Secretarias de Saúde dos Estados sobre o avanço do novo coronavírus. Segundo o telejornal, país tem 33.884 óbitos e 612.862 casos da doença confirmados.

“Desde o início da pandemia, o Jornal Nacional tem registrado os dados oficiais do Ministério da Saúde, você talvez ainda lembre. No começo, os dados eram atualizados às 17h, imediatamente da entrevista diária do então ministro Henrique Mandetta. Com a saída de Mandetta, as entrevistas deixaram de ser diárias e a divulgação dos dados foi sendo retardada”, afirmou no telejornal o apresentador William Bonner.

“A partir de hoje, o Jornal Nacional vai apresentar os dados das secretarias estaduais de saúde, totalizados pelo G1. E também os números totalizados do Ministério da Saúde quando forem divulgados à tempo”, informou.

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, com divulgação prevista às 19h, foi divulgado na noite de ontem às 22h.

Ainda segundo o levantamento realizado pelo Portal G1, 274.997 pacientes estão recuperados e 986.365 testes foram realizados em todos os estados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Jornal Nacional usa dados de estados para driblar atraso dos números do  Saúde

Publicado


source
funcionários colocam corpo em saco
Yan Boechat

Segundo Bonner, o JN passará a divulgar informações levantadas junto às secretarias


Com atraso dos dados oficiais sobre a Covid-19 no Brasil, o Jornal Nacional divulgou hoje, 4, levantamento realizado junto às Secretarias de Saúde dos Estados sobre o avanço do novo coronavírus. Segundo o telejornal, país tem 33.884 óbitos e 612.862 casos da doença confirmados.

“Desde o início da pandemia, o Jornal Nacional tem registrado os dados oficiais do Ministério da Saúde, você talvez ainda lembre. No começo, os dados eram atualizados às 17h, imediatamente da entrevista diária do então ministro Henrique Mandetta. Com a saída de Mandetta, as entrevistas deixaram de ser diárias e a divulgação dos dados foi sendo retardada”, afirmou no telejornal o apresentador William Bonner.

“A partir de hoje, o Jornal Nacional vai apresentar os dados das secretarias estaduais de saúde, totalizados pelo G1. E também os números totalizados do Ministério da Saúde quando forem divulgados à tempo”, informou.

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, com divulgação prevista às 19h, foi divulgado na noite de ontem às 22h.

Ainda segundo o levantamento realizado pelo Portal G1, 274.997 pacientes estão recuperados e 986.365 testes foram realizados em todos os estados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana