Nacional

Rio-Santos fica interditada após barragem ceder em São Sebastião

Publicado


source
barragem Rio-Santos arrow-options
DER

Barragem despencou na rodovia Rio-Santos


A rodovia Rio-Santos está interditada nesta sexta-feira (21) na região da praia de Toque-Toque Pequeno, em São Sebastião, litoral norte paulista. A barragem que fica à beira da estrada cedeu após as fortes chuvas que atingiram a região na noite de quinta e na manhã desta sexta-feira.

Leia também: Acidente entre ônibus e moto deixa um morto no Elevado do Joá

A Polícia Rodoviária Federal pede que os motoristas evitem a região até que as vias sejam liberadas. O trânsito já afeta cerca de 40 quilômetros no sentido do litoral norte paulista.

A barragem cedeu pela metade e levou árvores até a rodovia. A pressão da chuva também abriu uma cratera na rodovia.

A rodovia Rio-Santos é muito usada neste período do ano por conta do feriado de carnaval. A estrada é usada para acessos às praias do litoral norte de São Paulo e para o sul do Rio de Janeiro.


Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Ministério propõe reduzir isolamento em estados com menos casos de Covid-19

Publicado


source
comércio arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Comércio de rua do Rio de Janeiro fechado durante período de isolamento social

Em novo boletim publicado nesta segunda-feira (6) o Ministério da Saúde apresentou uma estratégia diferente da postura até o momento. No documento, que passa a valer a partir da próxima segunda-feira (13), a pasta propõe uma redução no isolamento de cidades e estados com pelo menos metade dos leitos e estrutura de saúde vagos. 

Ainda segundo o boletim, a ideia é que as localidades com menos casos de Covid-19 passem de distanciamento social ampliado para o distanciamento social eletivo . Ou seja: em vez de um limite na mobilidade de todos os setores da sociedade, apenas os grupos de risco devem se manter isolados. 

Leia mais: Capitais registram panelaço e gritos de “fica, Mandetta” após suposta demissão

“É importante lembrar que alguns estados exigem uma estratégia diferenciada”, defendeu, em coletiva de imprensa, o secretário de Vigilância em Saúde Wanderson Oliveira. “As medidas são temporárias, localizadas e o governo federal está fazendo de tudo para que elas sejam minimizadas ao máximo possível”, afirmou. 

A estratégia está parcialmente alinhada com o discurso defendido pelo presidente Jair Bolsonaro , que defende o chamado “isolamento vertical” com forma de manter o funcionamento dos serviços e rendimento da economia durante a crise. Apesar disso, a maioria dos governadores dos estados brasileiros, assim como entidades científicas e o próprio ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, já discordaram publicamente do presidente. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Oito funcionários da saúde de São Paulo morrem; um foi por Covid-19

Publicado


source
Funcionários analisando teste para o coronavírus arrow-options
Pedro Rafael Vilela/ Agência Brasil

Funcionários analisando teste para o coronavírus

Oito funcionários da Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Paulo morreram em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), sendo que uma das mortes já foi confirmada que foi causada pela Covid-19 . Os outros sete óbitos ainda aguardam confirmação.

Por meio de nota, a pasta afirmou que a Autarquia Hospitalar Municipal (AHM), responsável por 19 hospitais e quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPA), registrou 1.841 afastamentos por quadros de síndrome respiratória. Entre eles estão funcionários da área administrativa.

Leia também: “Ameaça não dá”, desabafa Mandetta sobre críticas de Bolsonaro

O número de afastados representa 9,3% do total de 19.675 funcionários da AHM desde 26 de fevereiro, data em que o 1º caso de coronavírus foi confirmado no País, até a última sexta-feira (3).

Entre os afastamentos, 95 se tratam de casos confirmados de coronavírus. Antes da chegada do coronavírus ao Brasil, a autarquia já tinha 652 funcionários afastados por outras razões.

Leia também: Ministério propõe reduzir isolamento em estados com menos casos de Covid-19

No mesmo período, o Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM) afastou 94 dos 2.586 funcionários por síndrome gripal. Desse total, 11 testaram positivo para a Covid-19. Os afastamentos no HSPM representam 4% do total. Há ainda 105 profissionais afastados por outras doenças.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana