Momento Destaque

Safra Segura chama atenção aos cuidados a serem tomados pelos condutores na BR-163

Publicado

Nesta época do ano o fluxo de veículos pesados aumenta 20% na BR-163, principal corredor da exportação do Estado

Não ultrapassar os limites de velocidade, conferir o desempenho dos freios dos veículos antes de trafegar na rodovia, manter a revisão em dia e respeitar a sinalização são atos rotineiros que salvam vidas. Por isso, a Rota do Oeste lança hoje (18) a campanha Safra Segura, com o tema “Vida na estrada: Um cuidado de todos”, chamando a atenção dos motoristas para os cuidados que devem ser redobrados, entre fevereiro e meados de abril, período de escoamento de grãos na BR-163, onde o fluxo de veículos pesados chega a ser 20% maior.

A rodovia é o principal corredor de escoamento do país, em especial da produção de soja, e a falta de consciência do usuário afeta a todos. A Safra Segura aponta para as ações de segurança que devem ser prezadas pelo próprio condutor, alertando o motorista sobre assuntos essenciais, como a revisão dos freios, limpador de para-brisas, atenção aos limites de velocidade e outros.

A Rota do Oeste preparou um plano especial de operações para o período, as medidas de segurança terão ações específicas e elaboradas em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A equipe de tráfego ganha posicionamento estratégico, atendendo aos trechos que possuem maior movimentação de veículos pesados, além dos pontos chamados de ‘Zonas Quentes’, onde as ocorrências são mais recorrentes.

O gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, aponta que a falta de freio e a velocidade em excesso são umas das maiores causas de acidentes. “Sem a revisão não há a garantia do perfeito estado dos freios do veículo. Sendo assim, as chances de falha são grandes. Se somarmos isso ao excesso de velocidade, além dos outros descuidos, temos grandes chances de fatalidades na rodovia”, explica.

Ele acrescenta que o período chama atenção pelo aumento do fluxo, mas pontua que “não podemos apenas relembrar, temos que tratar como prioridade, o cuidado é de todos. Se forem tratadas dessa forma, muitos acidentes podem ser evitados”.

Vale ressaltar que o motorista pode entrar em contato com o CCO pelo 0800 065 0163, sete dias por semana, 24h por dia, para solicitar socorro ou verificar as condições de trânsito no trecho sob concessão.

Fonte: Rota do Oeste

Comentários Facebook
publicidade

Momento Destaque

Termina neste sábado(04) o prazo para filiação partidária para quem pretende disputar a eleição de outubro próximo

Publicado

Apesar da crise do coronavírus, quem pretende disputar qualquer mandato eletivo na eleição de outubro próximo, seja ao cargo de prefeito, vice-prefeito ou vereador, tem até o dia 4 de abril(sábado)para se filiar a um partido político.

A Lei das Eleições prevê em seu artigo 9º que para concorrer às eleições, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de seis meses e estar com a filiação deferida pelo partido no mesmo prazo.

Como medida preventiva e de combate a propagação do Covid-19, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso suspendeu o expediente presencial até 30 de abril.

No entanto, o eleitor que necessitar transferir o domicílio eleitoral, com vistas ao pleito deste ano, deve solicitar a transferência por meio de requerimento que deverá ser enviado, via e-mail ou WhatsApp, ao cartório eleitoral do município onde pretende inscrever-se como eleitor. No caso da filiação partidária é o próprio partido político que registra a filiação no sistema FiliaWeb.

No entanto, esse registro só é possível se a inscrição eleitoral estiver regular. Assim, o eleitor que pretende se filiar a qualquer partido político, mas está com a inscrição eleitoral irregular, deve, antes, enviar o requerimento de regularização à zona eleitoral onde está inscrito.

Em ambos requerimentos -mudança de domicílio eleitoral  ou regularização de inscrição eleitoral-, é necessário enviar cópia de documento oficial de identificação (carteira de identidade ou carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal controladores do exercício profissional, ou certidão de nascimento ou casamento, ou Carteira Nacional de Habilitação) e comprovante de residência (contas de água, luz, telefone e contrato de locação).

O comprovante de residência pode estar no nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro ou de parente seu em linha reta com sanguínea, até o segundo grau – pais, filhos, avós, netos, ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro – sogro e sogra.

No caso de transferência de domicílio eleitoral, o comprovante de residência deve ter sido emitido entre os 12 e 3 meses anteriores ao requerimento de transferência e o eleitor precisa ter pelo menos transcorrido 1 ano da última transferência solicitada.

“Ao enviar o requerimento, juntamente com os documentos necessários, o eleitor garante o não perecimento de seu direito. Quando o expediente na Justiça Eleitoral se normalizar, todos aqueles que apresentaram requerimentos serão chamados ao cartório para validar as informações e demais providências cabíveis”, explicou o coordenador jurídico da Corregedoria Regional Eleitoral de Mato Grosso, Carlos Luanga.

Não haverá prorrogação

Ao responder questionamento enviado à Presidência do TSE via ofício pelo deputado federal Glaustin Fokus (PSC-GO), o Plenário da Corte afirmou que não é possível modificar a data-limite para filiação a um partido político com vistas às Eleições Municipais de 2020, por se tratar de prazo previsto em legislação federal, necessitando, portanto, de alteração da norma legal. (Com informações da assessoria)

De acordo com a presidente, ministra Rosa Weber, no documento recebido dia 13 de março de 2020, o parlamentar solicitou que o TSE analisasse a possibilidade de prorrogação do prazo de filiação partidária, que se dará este ano em 4 de abril, tendo em vista o quadro de pandemia relacionado ao Covid-19, e também considerando as restrições de atendimento adotadas por diversos órgãos em virtude da situação excepcional em que o país se encontra.

A ministra lembrou que o prazo de seis meses antes das eleições é previsto na Lei das Eleições, segundo a qual, para concorrer no pleito, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de seis meses e estar com a filiação deferida pelo partido pelo mesmo prazo.

Tal prazo, segundo afirmou, “é insuscetível de ser afastado pelo Colegiado”, uma vez que necessitaria de alteração da norma legal. A ministra indicou que os próprios partidos podem adotar meios alternativos que assegurem a filiação partidária dentro do prazo, como o recebimento de documentos on-line, por exemplo.

Otavio Ventureli(c0m Assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Destaque

Tres servidores da saúde do Hospital Adauto Botelho em Cuiabá apresentam sintomas do Coronavírus. Um, tem 60 anos.

Publicado

Três servidores da unidade 3 do Hospital Psiquiátrico Adauto Botelho, em Cuiabá, que tiveram contato com enfermeiro que testou positivo para Covid-19, já apresentam sintomas da doença e um deles também está internado com suspeita de coronavírus.

O enfermeiro testado positivo para a doença tem 60 anos, é hipertenso e está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Uma mulher que seria a esposa deste enfermeiro, publicou em uma rede social:. “Bom dia a todos, gostaria de pedir a todos que continue orando por nós, nosso exame deu positivo Covid-19, meu marido continua na UTI em estado grave e eu acabei de fazer outra tomografia tive uma piora do quadro e talvez vou ter que ir pra UTI também”, relata a mulher, cujo nome será preservado.

“Ao invés deles tomarem uma medida preventiva de afastar todos que estavam nesse plantão, mantiveram o pessoal trabalhando. Só deram uma orientação através de um documento dizendo que o pessoal tinha que observar durante os próximos 7 dias se teriam os sintomas. E aí já está acontecendo”, critica o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma), Oscarlino Alves.

Em coletiva de imprensa virtual realizada na tarde desta terça-feira (31), o secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo, ao ser questionado sobre o caso do enfermeiro, disse ter ciência de que pelo menos um profissional da área da saúde está entre os confirmados e está internado num hospital privado.

Todo paciente Covid vai estar num ambiente de confinamento isolado, área específica para isso. Ele está internado num hospital privado, particular. Muito provavelmente porque ele tem um plano de saúde. Fez a opção para usar o plano de saúde e não usar a rede pública, o que é, inclusive, uma decisão muito inteligente porque se tem um plano de saúde, melhor que a gente deixe os leitos do SUS disponibilizados para as pessoas que não tenham plano de saúde privada”, declarou Gilberto.

Em Mato Grosso, já são 25 casos confirmados de Covid-19, dos quais 18 estão em Cuiabá.

 

Com GazetaDigital

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana