Carros e Motos

Salão Duas Rodas, uma vitrine de motocicletas

Publicado

source
Salão Duas Rodas arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Salão Duas Rodas apresentou uma série de modelos customizados e várias atrações para quem gosta de motocicleta

Os amantes das motocicletas têm ainda três dias para visitar a maior mostra do setor, o Salão Duas Rodas, que estará aberto até domingo, no São Paulo Expo Imigrantes, na capital paulista.

LEIA MAIS: Salão Duas Rodas 2019: confira galeria das principais novidades do evento em SP

Além das motocicletas expostas, os visitantes do Salão Duas Rodas têm, nesta edição da mostra, muitas outras atrações, que incluem test-rides com muitos modelos disponíveis no mercado, motocicletas customizadas, palestras, sessões de autógrafos com pilotos, games eletrônicos relacionados a motocicletas e apresentações de habilidade e competições.

Entre as muitas motocicletas em exposição, no entanto, poucas são realmente interessantes, principalmente se tratando de modelos comercialmente viáveis. Os modelos mais esperados desta edição do salão são os scooteres, sendo que o Yamaha XMax , versão maior do já conhecido NMax, atraiu todas as atenções daqueles que buscam um transporte urbano robusto e confortável. O motor do XMax é um 250 cm 3 com 22,8 cv de potência. O scooter chega apenas em abril de 2020 e ainda não tem preço definido.

 Já o seu potencial concorrente, o scooter Honda Forza, não tem previsão de chegada ao nosso mercado, uma vez que estava no salão apenas para pesquisar a reação do público. O Honda Forza tem motor de 279 cm 3 com 25,2 cv de potência.

 Ao seu lado estava o scooter Honda ADV 150 , com visual inspirado no X-Adv 750 porém com conjunto mecânico convencional, motor 150 cm 3 de 14,5 cv e transmissão CVT. Também sem previsão de comercialização. Mais uma vez a Vespa mostra seus produtos, com o novo modelo Club 125, com motor de quatro tempos de 9,5 cv e preço bem mais adequado, R$ 14.980.

Mais novidadas do Salão Duas Rodas

Honda CB 1000R arrow-options
Gabriel Marazzi

Vespa Club 125 é um dos modelos mais charmosos expostos no Salão Duas Rodas 2019, no São Paulo Expo

 Quanto às motocicletas, além dos modelos e dos conceitos já antecipados na semana passada, a Honda mostrou como destaque a nova linha CB 650, que agora tem a naked CB 650R no estilo retrô minimalista, passando a integrar a família Neo Sports Café.

LEIA MAIS: Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

 A estrela do estande da Triumph foi a Rocket 3R , evolução da icônica Rocket III, que tem motor de três cilindros longitudinal com a enorme cilindrada de 2.500 cm3. A potência desse motor é de 167 cv, com o incrível torque de 22,6 kgfm. Começa a ser vendida no primeiro semestre de 2020, ainda sem preço definido.

 Outra motocicleta que surpreendeu em sua apresentação foi a Royal Enfield bicilíndrica 650, com motor de dois cilindros e duas versões, a GT 650, no estilo café racer , e a Interceptor, já disponíveis para pré-venda, com preços que partem de R$ 24.990, a serem entregues em janeiro do próximo ano.

 O Salão Duas Rodas de 2019 mostrou, mais do que lançamentos, muitos modelos customizados e conceituais. No estande da Yamaha, o centro das atenções era a Niken GT, uma MT-09 com duas rodas dianteiras. Sem chegar a ser um triciclo, a Niken tem o sistema Leaning Multi Wheel, que permite as duas rodas dianteiras inclinarem, exatamente como em uma motocicleta. Ao seu lado, a motocicleta-robô Motoroid deu um show no palco, obedecendo as ordens vocais do apresentador.

 A Yamaha mostrou, ainda, uma série de modelos customizados no Salão Duas Rodas com o tema Marvel, como a MT-03 Homem de Ferro, a Lander Capitão América, a Fazer Pantera Negra, a Fazer Capitã Marvel, o NMax Homem-Aranha, a MT-07 Thor , o Neo Homem-Formiga, a factor Rocky Racum e a Crosser Groot.

LEIA MAIS: Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

 O Salão Duas Rodas estará aberto ao público hoje (22)  e sábado (23), das 14h às 22h, e domingo (24), das 11h às 19h.

Fonte: IG CARROS
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

BMW M8 Gran Coupé Competition 2021 inicia pré-venda no Brasil

Publicado


source
BMW M8 Gran Coupé Competition
Divulgação

BMW M8 Gran Coupé Competition: Novidade é a última palavra da engenharia quanto a união de desempenho com luxo e requinte

O esportivo de luxo BMW M8 Gran Coupé Competition acaba de iniciar sua pré-venda no Brasil. Com entregas programadas para setembro, seu preço sugerido é de R$ 1.136.950, assim, trata-se do novo modelo mais caro da marca. A novidade une tudo o que há de melhor dentro da marca em esportividade, conforto, sofisticação e tecnologia.

LEIA MAIS: BMW traz novo M2 Competition ao Brasil por R$ 439.950

A lista de equipamentos, portanto, é extremamente recheada. O BMW M8 Gran Coupé Competition taz três modelos de rodas de 20 polegadas, três opções de acabamento interno (fibra de carbono, black piano ou madeira), sete opções de revestimento em couro Merino e 81 cores de pintura externa, totalizando 5.103 tipos de combinação.

O pacote tecnológico do M8 Gran Coupé inclui recursos como Driving Assistant Professional (sistema de condução semi-autônoma), Reversing Assist (que registra e refaz, se necessário, os últimos 50 metros percorridos em marcha a ré).

LEIA MAIS: Ferrari traz ao Brasil novo supercarro que custa R$ 3,5 milhões

Há, ainda, o Parking Assistant Plus (sistema de estacionamento automático que capta imagens 360° no entorno do veículo), o sistema auxiliar de condução que obedece comandos por voz (Live Cockpit Professional), Head-up Display colorido, Night Vision (visão noturna) para reconhecimento de pedestres, além de conectividade Android Auto e Apple Car Play.

Como um bom puro-sangue da sub-divisão esportiva M, o M8 Competition é equipado com um motor 4.4 V8 de 625 cv e 76,5 kgfm. Em conjunto com o câmbio automático de 8 marchas e a tração integral, ele vai de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e de 0 a 200 km/h em 10,6 segundos. A velocidade final é de 305 km/h.

LEIA MAIS: Novo Audi R8 chega com 1,6 milhão de combinações de acabamento

Ainda quanto ao conjunto mecânico, o BMW M8 conta com suspensão duplo-A na frente e multi-link de cinco braços na traseira, usando um sistema adaptativo para ler as condições da via e ajustar os amortecedores. O motorista ainda pode usar o M Mode, com os modos M1 e M2, que alteram a resposta do motor, suspensão, direção, freios e tração integral. Os freios a disco ventilados da BMW são de 396 mm na frente e 381 mm na traseira, com pinças de seis pistões.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Honda CB 650R e CBR 650R 2021 chegam às lojas no lugar das “F”

Publicado


source
Honda
Divulgação

Honda CB 650R e CBR 650R chegam com novidades na mecânica e na posição de guiar para uma melhor interação homem-máquina

A Honda começa a vender as novas CB 650R e CBR 650R. A principal diferença entre uma e outra é o visual, já que dividem motor, chassi, suspensão invertida e freios. A primeira é uma naked, e sai por R$ 39.416. A segunda é carenada, e custa R$ 41.080. Para a Honda CB 650R as cores disponíveis são azul, vermelho e prata, enquanto a CBR 650R tem opções vermelho e cinza. Ambas contam com freios ABS, controle de tração e embreagem deslizante de série.

LEIA MAIS: Honda CB 500: as virtudes de uma família unida

A fabricante fez uma série de melhorias no motor da linha 650 R, alterando o desenho de pistões e das câmaras de combustão. O comando de válvulas, a corrente de acionamento e as molas também foram modificados. Em ambas as Honda CB 650 , os quatro-cilindros de 649 cc produzem 88,4 cv, com câmbio de seis marchas, 15,4 litros de tanque de combustível, disco de 31 cm na dianteira e 24 cv na traseira, bem como acionamento dos piscas em frenagens fortes acima de 56 km/h.

LEIA MAIS: Honda CB 500X e CB 500F 2020 chegam às concessionárias

A suspensão dianteira Showa SFF, por sua vez, tem 12 cm de curso, enquanto a traseira tem 12,8 cm, com sete possibilidades de regulagem de pré-carga. A altura do assento também é a mesma para as duas motos, com 81 cm. O peso da CB 650 R é pouco menor: 191 kg em ordem de marcha.

A versão carenada é 5 kg mais pesada e vai para os 196 kg. Elas ainda trazem, ainda, iluminação Full-LED, painel de instrumentos tipo black-out LCD com indicador de marchas e luz que alerta o momento ideal para troca de marchas.

LEIA MAIS: Honda CB-F conceitual é revelada para se integrar à família Neo Sports Café

A posição de pilotagem de ambas foi revista em relação às antecessoras “F”. Na Honda CB 650R, o guidão foi avançado em 13 mm e está 8 mm mais baixo, alterações que foram complementadas pela elevação das pedaleiras em 6 mm e recuo de 3 mm. O resultado, segundo a marca, é um posicionamento mais esportivo e coerente com a proposta Neo Sports Café. A Honda CBR 650R , agora trazem os semi-guidões avançados em 30 mm, para o condutor usar melhor a proteção da bolha para-brisa.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana