AMM

Segunda etapa da campanha de vacinação começa nesta quinta-feira

Publicado


.

Com o fim da primeira fase da aplicação de vacinas contra a gripe influenza (h1N1), a Prefeitura de Várzea Grande se prepara para iniciar nesta quinta-feira, 16 de abril, a segunda etapa da campanha de vacinação que deverá se estender até final do mês de maio.

Nesta primeira parte da segunda etapa, serão aplicadas 7 mil doses já autorizadas pelo Ministério da Saúde, através de solicitação da Secretaria de Estado de Saúde e atenderão ao público alvo especificados, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doença crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários.

“Fechamos a primeira etapa com 23 mil doses aplicadas em idosos e funcionários da saúde, agora vamos ver como será a liberação para atendimento desta nova etapa de prioridades definidas pelo Ministério da Saúde e que é importante para dissociar da COVID 19, se temos alguém, imunizado contra a H1N1, qualquer sintoma já remete a avaliação da COVID 19, por isto é tão importante a vacinação que foi inclusive antecipada”, disse Diógenes Marcondes, secretário de Saúde de Várzea Grande.

Diógenes Marcondes lembrou que a vacina contra Influenza H1N1 não imune contra o coronavírus (COVID 19), mas sinaliza por uma tratamento mais eficiente, por isso da importância da mesma que é uma Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG.

“O que a vacina contra influenza H1N1 proporciona é uma maior proteção às pessoas consideradas ‘grupo de risco’ para doenças advindas das síndromes respiratórias graves, como a pneumonia”.

A técnica responsável pela Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina Silva Moura, endossa o alerta do secretário e reforça a importância da procura pelas doses contra a influenza. “Esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para corona, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, por isso se vacinar contra gripe protege o organismo”.

“As doses estão sendo disponibilizadas de forma fracionada pelo Estado e pela União, até porque a campanha nacional foi antecipada este ano, em razão da pandemia. Para o início dessa nova fase de cobertura vacinal teremos outras 7 mil doses”. Os pontos de vacinação seguem em vários pontos da cidade e mantém o funcionamento das 7h30 às 17h. “O horário estendido de algumas unidades de saúde, que vai até 19h, não vale para vacinas. Não há intervalo para o almoço”, completa Relva.

Assim como houve muita demanda espontânea pela vacina nesta primeira fase da campanha, Relva acredita que para o novo grupo de público-alvo, a rotina contínua pelas doses seguirá em Várzea Grande. “Na medida em que recebermos os lotes (que estão fracionados), toda a população estará sendo informada sobre a disponibilidade das vacinas em nossas unidades. A prefeitura utilizará de todas as plataformas e meios de comunicação para manter as pessoas atualizadas”.

A campanha teve início em todo o país no dia 23 de março e segue até o dia 22 de maio. A vacina é composta por vírus inativado e protege contra os três vírus da gripe: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

PANDEMIA – Marcondes e Relva chamam à atenção das pessoas que são alvos da campanha para medidas de proteção e higiene, tanto para saírem de casa em busca das doses, como dentro da unidade, enquanto aguardam atendimento. “Pedimos sempre a colaboração no sentido de não fazer aglomeração nos postos de atendimentos, seguindo as regras de distanciamento social e utilizando máscaras. Se possível, ir à unidade de saúde com mínimo de pessoas da mesma família possível e fazer uso de álcool em gel para higienização das mãos, principalmente, ao retornar ao lar”.

Locais de Vacvinação:

Clínica de Atenção Básica ‘Dr. Moacir Dellanes’ – Jardim Glória;

Clínica de Atenção Básica ‘Miguel Baracat’ – 24 de Dezembro;

Clínica de Atenção Básica ‘Arminda Sato’ (Marajoara);

Clínica de Atenção Básica ‘Vitor Marques’ (Cristo Rei);

Clínica de Atenção Básica ‘Dr. Lucilo Freitas (Parque do Lago);

Estratégia de Saúde da Família (ESF) – antigos postos de saúde do PSF ‘Manoel Bernardo de Barros’ (Unipark);

ESF ‘Maria Galdina da Silva’ (Vila Arthur);

ESF ‘Margarida Pereira Tavares’ (Manaíra);

ESF ‘Maria José Pedrosa’ (Capão Grande);

ESF ‘Binoca Maria da Costa’ (Manga);      

ESF ‘Lurico Ferreira de Magalhães’ (Souza Lima);

ESF ‘Celestina Gomes Coelho’ (Água Vermelha);

Centro de Saúde (CS) ‘Laurentino Paulo Serqueira’ (Água Limpa);

CS do Jardim Imperial;

CS da Cohab Cristo Rei;

CS do Nossa Senhora da Guia;

CS ‘Celina Batista Dantas’ (Ouro Verde);

e ainda nas unidades escolares:

Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) ‘Albella Curvo de Moraes’ (Mapim);

Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘Maria Pedrosa de Miranda’ (Jardim Petrópolis).

 
 

 

 

ResponderEncaminhar

 
 

 
 

 

 

 

 
 

 

 
 

 

 
 

 
 

 

 
 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

AMM

Prefeito de Nova Maringá vai distribuir medicamento para a população para prevenção da Covid-19

Publicado


.

O prefeito de Nova Maringá, João Braga Neto, informou que na próxima semana, vai distribuir à população do município, o medicamento  Ivermectina, que está sendo indicado para a prevenção da novo Coronavirus (Covid-19). “Antes das pessoas serem contaminadas pelo vírus, providenciamos o medicamento”, assinalou.

João Braga ressaltou que após uma pesquisa, encontrou o medicamento com um melhor preço de mercado em Cuiabá. Com recursos recebidos do Governo Federal, para as ações de combate a pandemia,  fez a aquisição do medicamento.  “Serão distribuídos para as pessoas, com o acompanhamento dos médicos que estão na linha de frente do combate a pandemia, e que atendem no município, além disso estamos realizando os testes diariamente junto a população”, garantiu.

O gestor municipal de Nova Maringá, explicou também que conversou com os profissionais da saúde sobre as vantagens do medicamento Ivermectina “Fazemos somente a parte administrativa para a aquisição, quem fará todo o acompanhamento farmacológico, serão os nossos profissionais da saúde aqui na região”, disse ele.  João Braga, frisou também que seguiu orientações   do médico Marco Aurélio, de Cuiabá, para decidir adotar essa medida e a consequente  aquisição do medicamento.

O médico Marco Aurélio, ressaltou que o medicamento é profilático, indicado como preventivo. Ele explicou que estudos e experiência vivenciada em Porto Feliz, cidade de São Paulo, comprovaram a eficácia dos medicamentos, que compõem o Kit Covid. O medicamento Ivermectina, é comercializado em embalagens contendo dois ou quatro comprimidos, indicado de acordo com o peso de cada pessoa.  Atualmente vem sendo muito utilizado pela população na prevenção do Coronavírus.

 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

Segundo secretário municipal testa positivo para Covid-19 em Juscimeira

Publicado


.

O secretário municipal de Administração de Juscimeira testou positivo para Covid-19, neste sábado (05/07).  Antônio Carlos da Silva Júnior, de 39 anos, está internado em Cuiabá. Segundo o secretário, os sintomas começaram no dia 30 de junho, sendo eles falta de ar, garganta inflamada, tosse, dor ES na cabeça, olhos e corpo. “Por conta da condição do meu estado de saúde fui recomendado a realizar a internação para melhor acompanhamento clínico. A expectativa é que permaneça internado pelos próximos seis dias”. Antônio Carlos agradece as orações e palavras de conforto e espera que em breve possa encontrar todos e tirar excelente lições desta experiência.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana