Momento Esportes

Sereias retomam ponta do Brasileiro com público maior que masculino

Publicado

O Santos recuperou a ponta da Série A-1 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino ao vencer o Cruzeiro por 2 a 0 na Vila Belmiro, em Santos (SP). Segundo o Peixe, cerca de 7,7 mil torcedores acompanharam a partida desta segunda-feira (17), válida pela terceira rodada da competição. O público supera a média registrada pelo time masculino santista no Campeonato Paulista (7,1 mil) após três partidas como mandante.

Sereias da Vila venceram Cruzeiro por 2 a 0Sereias da Vila venceram Cruzeiro por 2 a 0
De acordo com o Santos, 7,7 mil torcedores acompanharam a partida contra o Cruzeiro. – Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC/ Direitos Reservados

O jogo diante das cruzeirenses teve entrada gratuita, ao contrário dos compromissos da equipe masculina. Mas, para o técnico santista, Guilherme Giudice, a evolução do futebol feminino no país e a identificação da torcida alvinegra com o elenco foram os atrativos que levaram o público ao estádio.

“As comissões técnicas se preparando melhor, entendendo melhor o jogo. Temos um campeonato equilibrado, com equipes organizadas. Isso atrai o torcedor, deixa a partida mais estratégica. Aqui em Santos, as Sereias já são muito conhecidas. Sabíamos que teríamos um grande público se jogássemos aqui (na Vila). Espero que, após esse jogo, possamos atrair ainda mais público”, destacou o treinador, em entrevista coletiva.

Sereias da Vila venceram Cruzeiro por 2 a 0Sereias da Vila venceram Cruzeiro por 2 a 0
Sereias da Vila venceram Cruzeiro por 2 a 0 na última segunda-feira (17). – Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC/ Direitos Reservados

A partida foi decidida com gols de Jajá (contra) e Brena. Com a derrota, as mineiras estacionaram nos seis pontos e perderam a invencibilidade no Brasileiro. Já as santistas foram aos mesmos nove pontos de Ferroviária e Corinthians, mas ficando à frente pelo saldo de gols: nove, contra oito das Guerreiras Grenás e seis do Timão.

As atuais campeãs da Libertadores Feminina, aliás, também venceram na segunda (17): 3 a 0 sobre o Audax no Parque São Jorge, em São Paulo. Giovanna Crivelari, Victória Albuquerque e Maiara balançaram as redes e estenderam para 48 jogos a atual invencibilidade do Alvinegro. O tropeço manteve a equipe de Osasco na 14ª e antepenúltima posição, na zona de rebaixamento, ainda sem pontos ganhos. A equipe só fica a frente de Ponte Preta e Vitória pelo saldo de gols.

Edição: Verônica Dalcanal

Comentários Facebook
publicidade

Momento Esportes

Botafogo abre negociação com Obi Mikel, jogador da Seleção nigeriana, mas freia conversa após pandemia do coronavírus

Publicado

Antes da pandemia do novo coronavírus, o Botafogo abriu negociações com o volante Obi Mikel, de 32 anos(foto). Depois do sucesso com Honda e da frustração com Yaya Touré, a diretoria alvinegra mira uma terceira estrela internacional.

As conversas começaram há cerca de duas semanas, quando o clube pôs fim à novela envolvendo Touré, mas diminuíram o ritmo nos últimos dias, quando o mundo parou para enfrentar a Covid-19. o atleta foi oferecido e agradou. As tratativas ainda são iniciais, porém a diretoria alvinegra chegou a consultar o técnico Paulo Autuori sobre o assunto.

A negociação segue o padrão adotado pela diretoria na busca por reforços de impacto. Assim como Honda e Yaya, Mikel também está livre no mercado pois rescindiu com o Trabzonspor, da Turquia. Ou seja, a negociação é direto com atleta e empresários e não envolve pagamento de direitos econômicos.

Mikel teve como principal momento da carreira os 10 anos que passou no Chelsea, da Inglaterra, onde chegou em 2006. Depois, o volante defendeu também Tianjin Teda-CHN e Middlesbrough-ING. A ultima passagem foi pelo clube turco, com o qual o jogador rescindiu contrato recentimente, por conta da pandemia e chegou a pedir que a temporada fosse cancelada devido ao combate ao Coronavírus.

O volante é referência no futebol nigeriano, com convocações para a seleção do país desde as categorias de base. Na última Copa do Mundo, em 2018, na Rússia, foi camisa 10 e capitão, posto que conquistou dois anos antes. Ele jogou também o Mundial de 2014, no Brasil.

Com Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Esportes

Conselheiro do Corinthians diz que contas de 2019 devem ser reprovadas, cujo débito do referido ano deve atingir 175 milhões de reais

Publicado

O Corinthians votaria no dia 23 de março pela aprovação ou reprovação das contas de 2019. O Presidente do Clube, Andrés Sanches(foto) afirmou que a reunião do Conselho Deliberativo teve de ser adiada devido ao combate a Covid-19 e ainda não tem nova data para acontecer.

Apesar da paralisação momentânea, os membros do órgão fiscalizador estão em contato e agindo. Em entrevista ao PodcasTimao, Max Anselmo Carvalho, conselheiro ligado a uma chapa de oposição, falou sobre o clima nos bastidores.

“Essas contas têm de ser reprovadas. Gastaram 222 vezes a mais do que o previsto. A gente vai quebrar. Com R$ 20 milhões de dívida todo mês não dá. É complicado”, comentou o contador, que vive seu primeiro mandato apesar de ter 15 anos de envolvimento na política do clube.

“A reprovação vai mostrar que o Conselho está fiscalizando o órgão executivo. E com a reprovação é vida nova. O que vai acontecer? Não sei. Mas, tem que mudar, o mundo está mudando”.

Suplente no Conselho Fiscal à época de Roberto de Andrade como presidente, Max Anselmo Carvalho chegou a dizer que o Corinthians precisa de um Bandeira de Mello, em referência ao mandatário flamenguista responsável por colocar as contas rubro-negras em dia antes da ascensão financeira e futebolística do clube carioca.

“São R$ 25 milhões de dívidas todo mês. Não estamos conseguindo fechar a torneira. Quem vai ser o Bandeira de Mello do Corinthians? Vai ser aquele que fechar a torneira e falar: ‘vamos ficar dois ou três anos sem ganhar título nenhum’. Temos de fazer isso”.

Ex-lutador de taekwondo do Corinthians, Max também se mostrou a favor do ‘clube empresa’, com capital aberto, reclamou pela ausência de acesso a contratos e documentos e valorizou a importância da manutenção dos esportes olímpicos.

O déficit do Corinthians previsto para 2019 é de R$ 170 milhões.
Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana