Momento Destaque

Um dia após Prefeitura flexbilizar restrições ao funcionamento do Comércio, Várzea Grande MT registrou nesta quarta(08) ruas lotadas e vários engarrafamentos

Publicado

Em tempo recorde, apenas um dia após a Prefeitura de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, decretar a flexibilização na restrição ao funcionamento do comércio e determinar 70% da frota do transporte público nas ruas, o município deVárzea Grande MT, que tem seis casos confirmados da Covid-19, registrou ruas lotadas, com direito a engarrafamento nesta quarta (8).

O feriado de aniversário de 301 anos de Cuiabá também colaborou para o aumento da movimentação na cidade vizinha durante todo o dia.

Moradores da cidade e também da Capital não hesitaram em fazer filas e provocar aglomerações em lotérias, bancos e lojas. A maior parte deles, inclusive, não fazia uso de máscaras.

O Governo de Mato Grosso determinou o uso de máscaras, mesmo que artesanais, para aqueles que precisarem sair de casa como forma de conter o avanço do novo coronavírus.

Em Várzea Grande, os estabelecimentos comerciais poderão retornar suas atividades, incluindo atendimento ao público, com 50% de sua capacidade, em horário comercial, pelo prazo de 15 dias. Restaurantes, feiras, padarias, conveniências, distribuidoras de bebida, açougues e peixarias também poderão funcionar, com 30% da capacidade.

O consumo em bares e lanchonetes continua proibido, assim como funcionamento de shopping, casas noturnas, templos em geral, academias e afins. No entanto, apesar das recomendações de segurança várias imagens de aglomerações em diversos bairros da cidade foram registradas.

Mato Grosso já tem 90 casos confirmados da Covid-19, sendo 50 deles em Cuiabá. Em constante crescimento, 12 testes positivos foram notificados desde ontem (7). No total, 15 pessoas estão internadas, sendo nove em UTIs e seis em leitos de enfermaria.

Comentários Facebook
publicidade

Momento Destaque

Polícia Federal deflagrou nesta quinta(28) a Operação “Alfeu” para apurar associação criminosa em terras indígenas em MT

Publicado

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (28), em Pontes e Lacerda MT, a Operação “Alfeu”, em cumprimento à decisão judicial da 2ª Vara da Justiça Federal de Cáceres MT.

A ação policial tem o objetivo de apurar associação criminosa voltada ao desmatamento e garimpo ilegal no Rio Sararé, afluente do Rio Guaporé, localizado na região Sudoeste de Mato Grosso.

Segundo a PF, a operação faz parte da ação nacional “Verde Brasil 2” e conta com a participação de 200 agentes públicos federais, entre eles, policiais federais, militares, agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Na ação desta quinta-feira(28), os policiais cumprem seis mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão. Paralelamente, a PF realiza a desocupação do garimpo ilegal, em ação integrada com o Exército Brasileiro.

“Os instrumentos utilizados na empreitada criminosa serão apreendidos. Estes objetos e demais bens sem valor econômico e impossíveis de serem removidos serão inutilizados, tudo conforme determinado pela Justiça”, informou a PF, por meio da assessoria.

A área está localizada na terra indígena Sararé, habitada pelos índios nambikwaras e onde as investigações apontam a ocorrência de graves danos ambientais ao rio e à vegetação ciliar.

Os levantamentos indicam que as degradações aumentaram intensamente durante a pandemia Covid-19, com a crença dos criminosos de que os agentes públicos não atuariam para combater o crime na região da terra.

Precauções estão sendo adotadas para que os integrantes da associação criminosa não entrem nas aldeias indígenas localizadas próximas à área de extração, destacou a Polícia Federal.

Segundo o órgão, oExército realiza um bloqueio no local, com dezenas de militares impedindo a chegada dos garimpeiros.

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Destaque

Policia fecha cerco contra ladrões de carros na capital do Estado e recupera nas últimas 24 horas veículos avaliados em 300 mil reais

Publicado

A Polícia Militar recuperou entre quarta e quinta-feira (26 e 27.05) três veículos roubados e furtados avaliados em R$ 300 mil na região metropolitana. De janeiro a 15 de maio deste ano, a PM já recuperou 750 carros na capital e no interior do estado.

Com as equipes de patrulhamento nas ruas, os policiais vêm impedindo que os veículos, produtos de roubo ou furto, fiquem nas mãos dos criminosos.

Em Cuiabá, policiais do Batalhão Rotam recuperaram na quarta-feira (27.05) uma caminhonete Hilux que havia sido roubada, há poucas horas, no bairro Jardim Itália.

O veículo foi localizado pela PM em uma residência abandonada no bairro Santa Cruz. Na carroceira da caminhonete, a polícia localizou duas placas de veículo, uma dela era de um carro Sandero roubado na sexta-feira (22.05) no Boa Esperança. Os policiais suspeitam que a casa era utilizada pelos criminosos como desmanche de veículos.

Na região do bairro Pedra 90, os policiais da Rotam recuperaram outro carro, no bairro Cinturão Verde. O automóvel Prisma havia sido roubado no bairro Jardim Industriário. O veículo foi localizado em um matagal, a polícia entrou em contato com a proprietária do carro que esteve na delegacia.

Ainda no bairro Pedra 90, policiais militares do 24º Batalhão recuperaram na quarta-feira (26.05) um automóvel Cobalt. A equipe da PM realizava rondas na região quando avistou o carro abandonado na Rua 27. Foi constatado que o veículo havia sido roubado na noite anterior (25.05), no bairro Santa Cruz. O dono do carro foi localizado e se fez presente na delegacia.

Dados da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística da Polícia Militar (SPOE) apontam que de 1º de janeiro a 15 de maio, a PM já recuperou 750 carros. Para o comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel Paulo Cesar, o número de carros recuperados pela PM é o reflexo da forte atuação dos policiais militares no combate as quadrilhas especializadas em roubos e furtos de veículos na região metropolitana.

“Com a atuação intensificada nas ruas, por meio de rondas, patrulhamento tático estamos dando uma resposta rápida à população. Ficamos atentos e conseguimos lograr êxito em desarticular essas ações criminosas e permitindo que a vítima tenha seu veículo de volta”, destaca o tenente-coronel.

 

Otavio Ventureli(com ascom PM)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana