Carros e Motos

Veja 5 lançamentos que foram adiados por causa do novo coronavírus

Publicado


source

Não se fala em outra coisa: a doença causada pelo novo coronavírus, chamada COVID-19. A enfermidade teve seu epicentro na região de Wuhan, na China continental, sendo registrada pela primeira vez em novembro de 2019. Os pesquisadores chineses levaram certo tempo para entender que se tratava de um novo tipo de coronavírus (há outros seis) que havia saltado de animais para humanos e poderia ter etapas de contágio entre nós.

LEIA MAIS: COVID-19: CNH vencida passa a valer por tempo indeterminado

O SARS-CoV-2, nome específico do vírus, saiu da China e começou a alastrar o resto do mundo em meados do fim de janeiro. Atualmente, a doença tem outros três epicentros, fora de sua cidade natal: Itália, Irã e Estados Unidos.

A nova síndrome respiratória que causa pneumonia e leva pacientes em estado grave (cerca de 5% dos contaminados) para a UTI já causou diversos impactos no mundo automotivo. Com a criação de novos leitos de atendimento intensivo, montadoras como Tesla, Ford e General Motors passaram a produzir ventiladores para abastecer o sistema de saúde americano.

Outras medidas também afetaram a indústria brasileira, e você poderá acompanhar os detalhes clicando nos hiperlinks espalhados pela matéria. Em uma nova etapa da cobertura sobre o COVID-19 , a reportagem do iG Carros enumera 5 lançamentos que foram adiados por conta da nova pandemia.

1 –  Nissan Versa

Nissan Versa arrow-options
Divulgação

Nissan Versa ganha características de Sentra em sua nova geração, que chegaria até o meio do ano

Já estava tudo certo para trazer a nova geração do Nissan Versa ao Brasil, mas a nova ameaça microscópica que o mundo está enfrentando atrapalhou os planos da montadora japonesa. O Versa deveria chegar entre abril e maio, mas terá seu lançamento adiado para um segundo momento; possivelmente junho, se a pandemia estiver controlada. 

O sedã contará com três versões e motor 1.6 de 120 cv para enfrentar os rivais nacionais, como VW Virtus, Chevrolet Onix Plus e Honda City, além do Fiat Cronos argentino. A geração atual, vale lembrar, continuará em linha na fábrica de Resende (RJ), mantendo o caráter de sedã de entrada da Nissan com um novo nome: V-Drive.

2 – Peugeot 208

Peugeot 208 arrow-options
Divulgação

Peugeot 208 promete ser o primeiro modelo da categoria a contar com ao menos uma versão elétrica

Outro modelo que terá seu lançamento atrapalhado pelo novo coronavírus é o Peugeot 208. O novo hatch já está sendo produzido na Argentina, e até aparece em um hotsite especial para seu lançamento no Brasil. O lançamento, entretanto, dificilmente acontecerá antes do próximo semestre.

Detalhes sobre a motorização ainda não foram revelados, mas há a chance do modelo também ser lançado por aqui em versão elétrica. Flagras recentes comprovam que a Peugeot está testando o modelo por aqui. Se tudo acontecer conforme o esperado, será o primeiro hatch compacto elétrico do Brasil com versão elétrica. 

3 – Citroën C5 Aircross

C5 arrow-options
Divulgação

O Citroën C5 Aircross deverá ser o próximo lançamento inédito da marca, substituindo o C4 Picasso

A PSA está se mobilizando para trazer um novo rival para o Jeep Compass, campeão de vendas no Brasil. A marca já conta com o Peugeot 3008, e vai aproveitar o embalo nas vendas do C4 Cactus para trazer seu irmão mais caro, o C5 Aircross.

LEIA MAIS: Locadoras de veículos operam de portas fechadas em São Paulo e região

Ele viria ao Brasil em meados da metade de 2020, mas ficará para outro momento. Assim como o 3008, terá motor 1.6 turbo de 165 cv de potência e custará algo na faixa dos R$ 150 mil. Nos resta esperar.

4 – Fiat Strada

Fiat Strada arrow-options
Divulgação

Fiat Strada 2021 ganha características de Toro em sua nova geração

A Fiat já havia revelado um teaser da Nova Strada para o público, e pessoas próximas à marca sinalizavam que estava tudo absolutamente pronto para o lançamento. Mas, infelizmente, aquele que seria o primeiro lançamento inédito na categoria das picapes médias em 10 anos acabou sendo adiado por conta do novo coronavírus.

A produção foi interrompida em todas as fábricas da marca no país, e ainda não há expectativa de quando o modelo poderá ser lançado. Conforme apurado pela Revista Quatro Rodas, uma transmissão online – como aconteceu no lançamento do Chevrolet Tracker – está fora de cogitação.

5 – VW Nivus

VW Nivus arrow-options
Divulgação

O novo VW Nivus, conforme revelado no último teaser publicado pela fabricante alemã

A Volkswagen poderá não ter apenas um, mas sim dois adiamentos em 2020, por conta do novo coronavírus. O SUV Nivus, abaixo do T-Cross, já estava aparecendo em teasers , e chegaria às lojas ainda na primeira metade do ano. Já o Tarek, novo SUV que virá para brigar com o Jeep Compass, seria apresentado no Salão do Automóvel de 2020 – evento que não acontecerá este ano por conta das várias ausências e do COVID-19.

LEIA MAIS: Como o novo coronavírus está afetando a indústria automotiva?

O NIvus terá motorização 1.6 MSI, de 120 cv e 1.0 TSI, de 128 cv, com opção de câmbio manual, de cinco marchas e automático, de seis. Já o Tarek não teve suas informações reveladas, mas tudo indica que o SUV contaria com motor 1.4 TSI, de 150 cv, o mesmo de Jetta e Tiguan. 

Confira a cobertura completa sobre a doença causada pelo novo coronavírus no iG Saúde .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Paraíso de fãs de Alfa Romeo e Fiat existe em SP. Assista ao vídeo

Publicado


source
Confraria 2300 arrow-options
Renato Bellote/iG

Modelos da Alfa Romeo e Fiat, em perfeito estado, ficam estacionados lado a lado em um galpão no interior de São Paulo

A Alfa Romeo tem uma história bastante rica. Fundada em 1910 foi uma das
precursoras do automobilismo e da tecnologia automotiva. A marca de Milão se tornou conhecida além da Itália com seus carros vermelhos e muita paixão envolvida.

LEIA MAIS: Alfa Romeo 2.300: assista ao vídeo do sedã nacional com apelo esportivo

Um dos seus personagens mais conhecidos – e que sempre teve um respeito muito grande pela marca – foi Enzo Ferrari. No início de sua carreira trabalhou como mecânico e piloto, se destacando pelo arrojo e determinação atrás do volante.

O automobilismo, vale ressaltar, sempre esteve presente com uma trajetória vitoriosa. A primeira conquista da Fórmula 1 foi da Alfa Romeo . Durante as décadas de 60 e 70 se destacou também em outras categorias, com especial atenção para os protótipos da corridas de longa duração.


Um dos modelos mais icônicos nesse sentido foi o Alfa Romeo GTA , que trazia
carroceria toda de alumínio, sendo que o A se referia ao alívio de peso. Além disso o metal leve também estava presente no bloco do motor, bem como as rodas de magnésio cheias de estilo.

No Brasil a marca chegou na década de 60. Mas foi nos anos 70 que lançou seu produto mais simbólico: o 2300. O sedã luxuoso estava muita à frente da concorrência trazendo freios a disco nas quatro rodas, transmissão de cinco marchas e conforto de sobra, além de uma legião de fãs. 

Um deles é o Marcelo Paolillo que possui nada menos do que quatorze exemplares de todas as fases do modelo no país. A paixão se estende também por exemplares importados e modelos da Fiat, dos anos 70 aos anos 2000.

LEIA MAIS: Pioneiro, Fiat 147 a álcool comemora 40 anos do início da produção em série

Por essa razão, juntamente com alguns amigos, resolveu criar a Confraria 2300. A coleção envolve veículos, memorabilia e, especialmente, muita paixãopor modelos da Alfa Romeo e Fiat . Estive por lá e mostro tudo em detalhes para vocês. Seguimos firmes na quarentena.
.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Tom Cruise empina uma BMW 310 GS em “Missão Impossível 7”

Publicado


source
Tom Cruise arrow-options
Divulgação/Twitter

Tom Cruise foi flagrado tentando a aprender a manobra, antes de se arriscar sem as “rodinhas”

Os fãs da saga “Missão Impossível”, protagonizada por Tom Cruise, sabe que as motos são grandes estrelas nas mãos do agente Ethan Hunt. E quem acompanha a franquia também sabe que o ator do protagonsta dispensa o uso de dublês nas cenas de ação e que até já ficou pendurado na parte externa de um avião em uma decolagem. Seu último desafio como ator é aprender a empinar a moto. O astro foi flagrado na Grã-Bretanha treinando com uma BMW G310 GS, moto à venda no Brasil por R$ 24.900.

LEIA MAIS: Trinity pilotará a nova Ducati Scrambler 1100 Pro em Matrix 4

BMW arrow-options
Divulgação

Não é a primeira vez que o ator demonstra interesse nas BMW para gravar Missão Impossível

Para treinar, Cruise conta com um professor e uma adaptação na moto da BMW, que recebe um apoio de uma “muleta” de três rodas para que o ator possa aprender a empinar, sem correr o risco de cair com a moto. Missão Impossível 7 tem como previsão de lançamento julho de 2021. As filmagens estavam acontecendo na Itália, mas com a pandemia do novo coronavírus e a implantação da quarentena em todo o território italiano a equipe se mudou para a Grã-Bretanha — que também veio a entrar em quarentena.

LEIA MAIS: Novas Triumph aparecem no próximo filme de 007, que estreia em abril

BMW de Missão Impossível 7

BMW arrow-options
Divulgação

A característica mais marcante e inusitada da BMW G 310 GS é a posição invertida do motor monociclíndrico

Fabricada também em Manaus (AM), a BMW G 310 GS vem com acertos para conferir mais habilidades off-road à motocicleta, que tem o mesmo conjunto mecânico da variação urbana G 310 R, um motor monocilíndrico de 310 cc, com 34 cv e 2,8 kgfm. O movimento é transmitido por meio do câmbio de seis marchas, com transmissão por corrente. Esse tipo de montagem, proporciona um centro de gravidade mais baixo e mais peso concentrado na roda da frente.

LEIA MAIS: BMW G310 R e G 310 GS ganham novas cores na linha 2020

Além disso, o aro da roda dianteira é de 19 polegadas, enquanto a de trás é de 17 polegadas, montadas em pneus 110/80 R19 e 150/70R 17, respectivamente. Por fim, os freios da BMW vêm com pinças de quatro pistões com discos de 300 mm de diâmetro na frente e de 240 mm atrás. O sistema anti-travamento das rodas (ABS) pode ser desligado se o piloto assim quiser. Veremos em qual destes dois modos Tom Cruise pilotou no novo  Missão Impossível .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana