Momento Destaque

Brócolis tem molécula que bloqueia tumores cancerígenos

Publicados

em

Se você ainda não tem motivos para comer vegetais, olha este: um novo estudo publicado na revista Science mostra que o brócolis contém um ingrediente surpreendente que poderia ser o “calcanhar de Aquiles” do câncer.

É uma molécula pequena, mas poderosa, que desativa o gene responsável pelo crescimento de tumores cancerosos, conhecido como WWP1.

O brócolis faz parte da família de vegetais crucíferos, que inclui couve-flor, couve e couve de Bruxelas. Todas essas verduras contêm a tal molécula poderosa.

Pier Paolo Pandolfi, autor do estudo e diretor do Centro de Câncer e Instituto de Pesquisa do Câncer do Beth Israel Deaconess Medical Center, disse que a descoberta pode abrir caminho para um novo tratamento para o câncer.

“O estudo é realmente emocionante. Esqueça o que você pensa sobre a ciência, o fato de que [encontramos] algo que sua avó diria [é] bom para você, é atraente”, disse Pandolfi à Harvard Gazette.

Mas para se beneficiar da proteção anti-cancerígena, o paciente precisaria comer todo dia 6 libras – quase 2,7 quilos – de couve de Bruxelas não cozida, crua, para se beneficiar de uma proteção anti-cancerígena.

Leia Também:  No Beira-Rio em Porto Alegre "vozão" sai na bronca com arbitragem no empate diante do Internacional; árbitro assinala pênalti e volta atrás

A equipe quer descobrir agora uma maneira mais prática de fornecer essa molécula a pacientes com câncer e ativar as propriedades supressoras de tumor no PTEN.

A molécula

Pandolfi e sua equipe suspeitavam que um gene chamado PTEN poderia causar irregularidades e defeitos no WWP1.

Após testar sua teoria em ratos e células humanas propensos ao câncer, eles descobriram que o WWP1 produz uma enzima que supera a atividade supressora de tumor.

Os cientistas também descobriram que existe uma molécula encontrada em vegetais crucíferos chamada indole-3-carbinol. (I3C) que pode despertar as propriedades de combate ao câncer.

O Dr. Yu-Ru Lee , disse que a descoberta pode ser a chave para revelar “um dos mais importantes supressores de tumor na história da genética do câncer”.

“Este caminho surge não apenas como um regulador para o controle do crescimento do tumor, mas também como um calcanhar de Aquiles que podemos direcionar com opções terapêuticas”, disse Pandolfi.

“Essas descobertas abrem caminho para uma abordagem de reativação supressora de tumores há muito procurada para o tratamento do câncer”, concluiu.

Leia Também:  Barbaridade: Polícia caça assassino de mulher de 34 anos encontrada seminua com 28 facadas em estrada vicinal na zona rural de Sorriso MT

Por: Só Notícia Boa – Com informações do GNN

Momento Destaque

No Beira-Rio em Porto Alegre “vozão” sai na bronca com arbitragem no empate diante do Internacional; árbitro assinala pênalti e volta atrás

Publicados

em

Internacional e Ceará empataram em 1 a 1 neste domingo, no Beira-Rio, pela quinta rodada da Série A do Brasileiro. Os gols foram marcados por Edenílson, de pênalti, e Lima, em linda cobrança de falta.

O primeiro tempo foi marcado por polêmica, com o Vozão reclamando de gol anulado de Messias e de um pênalti que o árbitro assinalou e voltou atrás. Com o resultado, os times somam cinco pontos e estão no meio da tabela

O Ceará teve a primeira boa chegada, com Mendoza pela esquerda, mas o chute de Lima foi muito errado. Em um erro crucial do goleiro do Ceará, Vinícius, o Internacional teve um pênalti a favor, após consulta do árbitro ao VAR. Edenílson não decepcionou e marcou. Messias balançou as redes de cabeça, mas a arbitragem marcou falta do zagueiro.

Em jogada de velocidade, Gabriel Dias chutou e o juiz apontou o pênalti de Edenílson, pelo toque de mão. Mas, após consulta ao VAR, voltou atrás. Aos 45, o Ceará finalmente empatou em golaço de falta de Lima. Aos 47, Sobral errou, Galhardo passou pelo goleiro e chutou, mas Gabriel Lacerda fez o corte.

Leia Também:  No Beira-Rio em Porto Alegre "vozão" sai na bronca com arbitragem no empate diante do Internacional; árbitro assinala pênalti e volta atrás

O segundo tempo começou quente. Mendoza quase marcou de cabeça. Yuri Alberto respondeu com chutaço por cima do travessão. Depois, em jogada de velocidade, Mendoza deixou Saulo sozinho com o goleiro, mas ele chutou para fora.

Osmar Loss mexeu: Galhardo saiu sem marcar contra o ex-clube. Guto manteve o time intacto até 30 minutos. Charles e Vina entraram. Vina teve duas chances seguidas: em um chute e em um cabeceio, mas não marcou. Aos 45, em belo contra-ataque do Vozão, Mendoza chutou em cima Daniel, perdendo o gol. Patrick tentou no cabeceio, mas errou

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA